Topo

Geek

Diretor tem orgulho das escolhas em "Star Wars" que deixaram fãs "pistolas"

Reprodução
O diretor Rian Johnson Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

02/04/2018 16h42

O diretor Rian Johnson não agradou uma boa parte dos fãs de "Star Wars" com o filme "Os Últimos Jedi", mas ele não está incomodado com isso.

"No começo, eu fiquei desesperado [com as críticas], mas depois percebi que as coisas que deixaram as pessoas bravas eram as que eu mais me orgulhava", disse o cineasta ao site "Standard", apontando também que recebeu apenas 10% de comentários negativos.

Rian sabia que não seria um trabalho fácil, e que sua cabeça estaria em jogo, mas sua única saída era se preparar para a situação. "Eu sabia intelectualmente no que estava me metendo, mas quando aconteceu eu fiquei, 'Meu Deus, isso é intenso!'", confessou o cineasta. "É saber que você não vai agradar todo mundo. Mas ainda assim, ler que alguém quer te ver morto estraga o seu dia."

Por fim, o diretor falou da reação negativa por parte de Mark Hamill, que admitiu desconforto quando leu o roteiro de "Os Últimos Jedi" pela primeira vez. "Isso é normal no processo criativo para atores e diretores. Há momentos em que os atores falam, 'Bem, por que o meu personagem vai fazer isso?'. E então existe uma conversa. Neste caso não foi diferente, mas vou anunciado por um megafone".

Divulgação
Daisy Ridley (Rey) e Mark Hamill (Luke) em cena de "Star Wars: Os Últimos Jedi" Imagem: Divulgação