PUBLICIDADE
Topo

Executivo da Universal que fez "Jurassic World" contratou amante como "consultora"

Josh Goldstine (segurando o copo), era presidente de marketing da Universal - Divulgação
Josh Goldstine (segurando o copo), era presidente de marketing da Universal Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo

30/03/2018 09h00

Um importante executivo da Universal Pictures foi demitido recentemente, de forma misteriosa, pela empresa. Agora, os detalhes começam a ser conhecidos e, de acordo com o site "The Wrap", um dos motivos foi que Josh Goldstine contratou uma mulher como consultora, mas, na verdade, ele estava apenas dando um trabalho a uma amante.

Goldstine esteve na promoção de filmes grandes, como "Jurassic World", "A Múmia" e "Corra!". Segundo as fontes ouvidas pelo site, o ex-presidente de marketing da Universal tinha causado estranhamento dentro da empresa pela relação que mantinha com a consultora.

O trabalho desta consultora não tinha um papel bem definido para quem via de fora, e não se entendia o propósito de suas funções. Uma investigação interna acabou mostrando que os dois tinham "condutas inapropriadas". Goldstine acabou sendo demitido no último dia 7 de março, quando ainda tinha mais quatro anos de contrato.

Um memorando de Donna Langley e Jeff Shell, membros da diretoria da Universal, afirma que "não há tolerância para assédio ou comportamento desrespeitoso na empresa, e nós vamos tomar os passos necessários para que nossos valores sejam respeitados".

Antes da Universal, Goldstine era contratado da Sony Pictures, por duas décadas. Em 2001, ele foi suspenso por 30 dias por inventar frases de críticos para colocar nos pôsteres de filmes do estúdio.