Topo

Música

Venda de CDs e LPs ultrapassa download digitais pela 1ª vez desde 2011

AFP PHOTO / Toshifumi KITAMURA
Prensagem japonesa de "Let it Be", dos Beatles, em uma loja em Tóquio; Japão vendeu 800 mil LP's apenas em 2017 Imagem: AFP PHOTO / Toshifumi KITAMURA

Do UOL, em São Paulo

29/03/2018 16h05

O relatório anual da RIAA (Recording Industry Association of America) apontou que as vendas de CDs e LPs (mídia física) superaram as de downloads digitais em 2017, o que não ocorria desde 2011.

Mesmo com os dados positivos, isso não significa que a indústria musical está equilibrada. Segundo o documento, os downloads digitais tiveram queda de 25% no período, arrecadando cerca de US$ 1,3 bilhão. Por outro lado, as mídias físicas caíram apenas 4%, gerando US$ 1,5 bilhão.

A venda de LPs teve um aumento de 10% ao relação ao ano passado, sendo o destaque das mídias físicas, com a queda de 10% na comercialização de CDs.

Quem está por cima da carne seca são os serviços de streaming e seus pacotes pagos, como Spotify, Deezer e Tidal, que registraram acréscimo de 50%. Em 2017, quase 70% do lucro total de vendas na indústria US$ 5,7 bilhões vieram desses serviços.

No blog da associação, o chefão da RIAA, Gary Sherman, notou que mesmo com números mais positivos "ainda há muito trabalho a ser feito para continuar crescendo por mais tempo".