PUBLICIDADE
Topo

Mark Hamill acredita que "Star Wars" está saturado e foi falar com a Disney

Mark Hamill faz caras e bocas no tape vermelho da 90ª cerimônia do Oscar - REUTERS/Mario Anzuoni
Mark Hamill faz caras e bocas no tape vermelho da 90ª cerimônia do Oscar Imagem: REUTERS/Mario Anzuoni

Do UOL, em São Paulo

29/03/2018 13h55

Mark Hamill solta o verbo e não está nem aí. O eterno Luke  Skywalker da saga "Star Wars" afirmou em entrevista para o "CinemaBlend" que acredita que a saga está ficando saturada, principalmente com "Han Solo - Uma História Star Wars" chegando aos cinemas cinco meses depois de "Os Últimos Jedi".

"Eu acho que eles deveriam se colocar um ritmo, porque você não quer que fique super saturado. Eu disse para a Disney, 'Sério? Cinco meses depois que nós saímos vem [Han Solo]? Você pode esperar até o Natal?', mas eles tem as coisas acertadas -- eles estão fazendo os filmes próprios e os da Marvel, então está acima do meu julgamento", revelou o ator.

Apesar de criticar a empresa, Hamill aprova os spin-offs que estão sendo anunciados da franquia. 

"Bom, não deveria existir [um limite para a história], e é um tema tão infinito. Com os filmes solos, eles podem ter a própria identidade. 'Rogue One' pode ser corajoso como um filme de guerra... Estou assumindo que Solo vai ser mais cômico porque [o protagonista] é um malandro, um jogador e mulherengo. A vantagem dos filmes solos é que eles não devem seguir a fórmula da trilogia, então podem ter uma premissa singular", completou.

"Han Solo - Uma História Star Wars" estreia nos cinemas no dia 25 de maio.