Topo

Aurora leva multidão ao Lolla e deixa de fora hit de "Deus Salve o Rei"

A cantora norueguesa Aurora se apresenta no palco Axe do Lollapalooza Brasil 2018 - Mariana Pekin/UOL
A cantora norueguesa Aurora se apresenta no palco Axe do Lollapalooza Brasil 2018 Imagem: Mariana Pekin/UOL

Felipe Branco Cruz

Do UOL, em São Paulo

25/03/2018 19h30

A cantora norueguesa Aurora Aksnes, 21, que entrou de última hora na programação do Lollapalooza Brasil 2018, substituindo o rapper Tyler the Creator, atraiu uma multidão para o seu show no início da noite deste domingo (25), no Autódromo de Interlagos de São Paulo. Parte deste público com um fanatismo incomum para uma artista tão jovem e de um país tão distante.

No Brasil, Aurora ganhou destaque após a sua interpretação para a música folclórica "Scarborough Fair" entrar na abertura da novela "Deus Salve o Rei", da Globo. Mas a música que deu fama a ela por aqui ficou de fora do repertório.

No palco, a jovem foi recebida com gritos de "Aurora, Aurora, Aurora", dignos de rock star. "Boa noite, guerreiros e guerreiras", disse em português. Depois, em inglês, disse que estava arrepiada de estar cantando frente à multidão.

Com voz suave e aguda, uma mistura de Enya com Björk, e um jeito desengonçado de dançar, Aurora segurou bem o público durante 1h em que ficou no palco. Muito carismática, o resultado foi um show fofo e repleto de "owwwns" vindos da plateia.

Fãs de verdade

As dezenas de fãs da cantora que estavam na grade do palco desde o meio-dia, só para vê-la em cena, disseram com orgulho que já a conheciam bem antes de ela ficar "famosa" por aqui, ao ser incluída na trilha da novela. "Depois que a música dela entrou na novela, nós pensamos: 'Ok, agora ela vai ficar famosa e vamos ter que conviver com isso'", disse Linike de Marcos, 19, de Santa Catarina.

A escalação da cantora chegou a ser comemorada também pelos fãs de Lana Del Rey, atração deste domingo no festival, que compartilha a mesma base de público. A maioria do público na grade tinha comprado ingressos para o show da Lana, mas quando souberam que a Aurora havia sido incluído de última hora no line-up, garantiram que abandonariam o palco da Lana para se dedicarem também à norueguesa. "Depois do show da Aurora a gente corre para ver Lana. Prioridades", brincou Linike.

Edemar Falcão, 18, do Rio Grande do Sul, marcou em seu braço o amor por Aurora com uma tatuagem com os dizeres "I'm fighting my way", presentes na faixa "Warrior". "Essa música significa muito para mim porque ela diz que cada um pode ser o que quiser da sua maneira."

Quando o show de Aurora foi confirmado pelo festival, as entradas para o domingo já estavam esgotados. Guilherme Lima, 19, de São Paulo, não iria ao Lolla, mas quando soube, procurou por ingressos em grupos do Facebook. "Eu faria de tudo para vê-la. Gastei R$ 580, mais caro que o preço oficial."

E como explicar todo esse amor? Giovana Simas, 20, aposta na pureza da cantora. "A música dela é pura. Parece que ela não tem maldade. Além de ela dançar maravilhosamente bem", disse. "Não vejo diferença na voz dela ao vivo e no disco. Ela é muito afinada. Para mim, ela canta com a alma."


Talento precoce

Aurora ganhou notoriedade aos 17 anos quando foi elogiada pela cantora Katy Perry, que a chamou de "anjo".

Em outubro, antes do lançamento da novela "Deus Salve o Rei", Aurora chegou a fazer cinco shows no Brasil, todos esgotados.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Lollapalooza