PUBLICIDADE
Topo

40 anos de carreira e dois Oscar: Sean Penn admite que cansou de atuar

O ator e diretor Sean Penn em cena do filme "O Franco-Atirador" - Reprodução
O ator e diretor Sean Penn em cena do filme "O Franco-Atirador" Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

22/03/2018 20h23

O diretor e ator Sean Penn, de 57 anos, admitiu em entrevista no programa "CBS Sunday Morning" que perdeu a paixão pela atuação. O astro de 57 anos, vencedor do Oscar por "Sobre os Meninos e Lobos" (2003) e "Milk - A Voz da Igualdade" (2008), ainda disse que sente isso há "algum tempo".

"Atuar pode ser um ótimo exercício quando você está trabalhando com bons atores ou bons diretores ou bons roteiristas", opinou. "Mas será que eu acredito que há um valor duradouro nisso? Talvez eu pudesse fazer ter essa discussão intelectualmente. Mas eu não tenho uma visceralidade... Eu não estou mais apaixonado por isso".

Apesar de querer se afastar da profissão, o ator está escalado em alguns projetos. Penn vai interpretar o 7º presidente dos Estados Unidos, Andrew Jackson, na minissérie "American Lion".

Sean Penn estreou na direção em "Unidos Pelo Sangue" (1991), mas é lembrado principalmente pelo cultuado "Na Natureza Selvagem" (2007).

Fora das telonas, o astro prepara o lançamento de seu primeiro livro, "Bob Honey Who Just do Stuff", que chega às livrarias em março. A trama apresenta um homem de meia-idade que vira uma assassino durante as eleições presidenciais norte-americanas em 2016.

"Algumas pessoas, eu sei, vão gostar de verdade. Outras vão detestar. E é isso que eu gostaria de dizer sobre mim, sabe?", disse Penn