PUBLICIDADE
Topo

Canções e movimentos de Caetano inspiram espetáculo do Balé da Cidade

Bailarinos ensaiam para espetáculo com canções de Caetano Veloso - Rodrigo Fonseca/Divulgação
Bailarinos ensaiam para espetáculo com canções de Caetano Veloso Imagem: Rodrigo Fonseca/Divulgação

Do UOL, em São Paulo

15/03/2018 04h00

Prestes a completar 50 anos, o Balé da Cidade de São Paulo se inspira no som (e no movimento) de Caetano Veloso para o primeiro programa da temporada comemorativa.

Com coreografia de Morena Nascimento e direção musical do músico e historiador Cacá Machado, “Um Jeito de Corpo - Balé da Cidade Dança Caetano” estreia nesta sexta-feira (15) no Theatro Municipal de São Paulo, sem a pretensão de revisitar a trajetória do artista, mas sim, se inspirar no universo poético do baiano.

“Não estamos presos a nenhum pressuposto ou recorte histórico de sua carreira. Buscamos nas músicas de Caetano o que nos afeta e se relaciona com o momento que estamos vivendo. Criamos um grande ritual, incorporando e assimilando a poética de Caetano, transformando-a em nossa fala no corpo, do nosso jeito. As coreografias são o resultado desse exercício de devorar e ser o que se devora” afirma Nascimento.

Estreando no Balé, Morena é um dos destaques da nova geração da dança contemporânea. A passagem por um dos maiores grupos de dança do mundo, TanzTheater Wuppertal de Pina Bausch, fez com que a coreógrafa mantivesse o seu método de criação híbrido.

Não apenas as canções, como as referências que orbitam no universo do baiano --- de suas relações com José Agripino, Federico Felini e Maria Betânia a suas raízes no recôncavo baiano e sua paixão pelo funk --- inspiraram o trabalho com os bailarinos.

“Além das canções das quais me fascinam, gosto, particularmente, de observar o corpo de Caetano em movimento - quando canta, gesticula, responde uma entrevista. Para mim ele está o tempo todo dançando mesmo que não esteja. A gama gestual que o seu corpo nos apresenta é tão rica e me diz tanta coisa que quase não preciso ouvir as canções”, explica.

Para a trilha, algumas composições do artista foram sampleadas com o objetivo de praticamente criar novas músicas. “Invadi suas canções cortando, recortando, alterando andamentos, picths, criando reversos, adicionando efeitos”, diz Cacá Machado, responsável pela direção musical.

Assim, a canção “Nicinha”, feita pelo artista para a sua irmã mais velha, ganha novo corpo com os samples de “Alguém Cantando”, na voz da própria irmã, e de “Vento”, composição do baiano na voz de Gal Costa.

O figurino de Isadora Gallas ganha tonalidades neon, em referência ao axé, e tons mais lavados, em menção as cores das casas da cidade natal de Caetano, Santo Amaro da Purificação.

Caetano se disse honrado com o espetáculo e gravou um vídeo para divulgar a temporada.


SERVIÇO:

“Um Jeito de Corpo - Balé Dança Caetano”

Local: Theatro Municipal de São Paulo
Praça Ramos de Azevedo, s/n
Dias 15, 16, 17, 22, 23, 25 e 25 de março, às 20h. Dia 18, às 18h.
Ingressos: De R$ 20 a R$ 80
À venda na bilheteria do Theatro Municipal de São Paulo ou pelo site eventim.com.br.