Topo

Geek

De Big Bang Theory a Pink Floyd: As aparições de Stephen Hawking nas artes

Divulgação
Stephen Hawking posa com o elenco de The Big Bang Theory Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo

14/03/2018 07h59

Um gênio da ciência, Stephen Hawking foi tão importante em seu mundo, que o transcendeu e se tornou um ícone da cultura pop. Tanto que não foram raras suas aparições no mundo das artes, seja na televisão, cinema, música ou em sua atuação como autor.

O físico, que morreu nesta quarta-feira, em sua casa em Cambridge, no Reino Unido, virou figurinha fácil no seriado “The Big Bang Theory”, teve frases usadas em dois discos do Pink Floyd e também deu sua contribuição própria, como autor de livros infantis. Vale lembrar que um filme baseado em sua vida conquistou um Oscar.

Veja algumas das aparições de Hawking:

"The Big Bang Theory"

Um herói para o quarteto que protagoniza "The Big Bang Theory", Stephen Hawking é citado em muitos episódios da série e virou inspiração para um "The Hawking Excitation", em que de fato participa como ele mesmo. A aparição empolga Sheldon, seu maior seguidor. O físico aparece em outros episódios, sempre com um humor ácido, e até canta Parabéns a Sheldon em um deles.

Pink Floyd

Hawking apareceu em dois discos do Pink Floyd. A primeira vez foi em “The Division Bell”, de 1994. Uma narração do físico foi usada na faixa “Keep Talking". Curiosamente, ela é fruto de sua participação em uma publicidade. Apesar de acharem o fato de ser uma publicidade inconveniente, os músicos seguiram em frente por gostarem da mensagem de Hawking.

As grandes conquistas da humanidade foram obtidas conversando, e as grandes falhas pela falta de diálogo

Sua voz “eletrônica” também está no disco de 2014 “The Endless River”, na faixa “Talkin' Hawkin”.

Simpsons

Stephen Hawking teve citações e participações em ao menos quatro episódios dos Simpsons, sendo o primeiro “Eles Salvaram a Inteligência de Lisa”, quando ele tem de intervir nos planos de um grupo de pessoas com maiores QIs de Springfield, incluindo Lisa, e trazer de volta a paz.

Futurama

O desenho “Futurama”, assim como “Os Simpsons”, foi criado por Matt Groening. E nele Hawking também aparece, tendo dado voz a sim mesmo em três episódios.

Family Guy

Apesar de não ter cedido sua voz, de fato, Hawking teve uma aparição em “Family Guy”, no episódio "April in Quahog", em que dá uma entrevista em sua cadeira e, ao acabar, levanta-se dela e vai surfar. Ainda houve mais citações ao gênio em outras temporadas.

Star Trek: The Next Generation

No começo da sexta temporada da série, em "Descent, Part 1", o personagem Data é visto jogando pôquer com representações holográficas de Stephen Hawking, Isaac Newton e Albert Einstein. Hawking gravou a si mesmo e, no estúdio, chegou a pedir para se sentar na cadeira de capitão da Enterprise-D.

No palco com banda de metal em 2016

Voltando a falar de Pink Floyd, Hawkings subiu no palco com a banda de metal/rock Anathema em 2016, quando o grupo fez um cover de "Keep Talking", a mesma música que ele participou no disco de estúdio "The Division Bell".

Livros infantis

Usando seu talento para falar com simplicidade de ciências, Hawking produziu quatro livros de ficção para crianças: “George e o Segredo do Universo”, “George e a Caça ao Tesouro Cósmico”, “George and the Big Bang” e “George and the Unbreakable Code” - os dois últimos não chegaram ao Brasil.

Oscar

Não foi com ele na tela, mas a história de Stephen Hawking rendeu até Oscar no cinema. “A Teoria de Tudo”, de 2014, foi indicado ao prêmio de melhor filme e rendeu o Oscar de melhor ator para Eddie Redmayne, que viveu o físico na telona.