Topo

Filmes e séries

Ácido, nude e cicatriz: como Shia LaBeouf virou só um estranho em Hollywood

Reprodução
Shia LaBeouf em cena de "Conquistas Perigosas" Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

14/03/2018 04h00

Shia LaBeouf conquistou Hollywood em meados dos anos 2000 com filmes como "Transformers" e "Paranoia", sendo até chamado de "o próximo Tom Hanks". Mas em algum momento do caminho o norte-americano se perdeu e agora ele não é nada disso.

O nome do ator é frequentemente associado às suas loucuras pessoais dentro dos sets de filmagens. Entre suas histórias estão inúmeras detenções policiais em lojas de conveniência, bares e brigas com vizinhos, falatórios sobre ser pegador, perseguição a mendigos e até exposição pública de suas partes íntimas (o ator enviou aos produtores do filme "Ninfomaníaca" uma foto de seu pênis).

Leia também

E nas filmagens de seus trabalhos, não era diferente. Shia se cortava constantemente durante as gravações de "Corações de Ferro" (já que o seu personagem na ficção tinha uma cicatriz no rosto) organizava lutas entre os atores do filme e chegou a extrair um dente apenas para o papel.

Já para "Conquistas Perigosas", o ator tomou ácido na frente do elenco e da produção. Segundo Rupert Grint, mais conhecido por viver Rony em "Harry Potter", Shia ficou pelado, quebrou várias coisas e ainda ficava vendo uma coruja a todo momento.

Reprodução
Shia LaBeouf e sua cicatriz em cena de "Corações de Ferro" Imagem: Reprodução

O ator chegou a brigar com Tom Hardy no set de "Os Infratores" e ainda usou um saco de papel durante o Festival de Berlim em 2014, com a frase: "Eu não sou mais famoso".

Em entrevista para a revista "Esquire", divulgada nesta semana, o ator afirma que é "um bosta" e admite que errou feio ao falar injúrias racistas a um policial em julho do ano passado, durante gravação para um filme. "O que aconteceu em Georgia [nos Estados Unidos] foi humilhante. Privilégio branco e desespero e desastre. Era eu tentando me livrar da culpa de ser preso".

AP Photo/Axel Schmidt
Shia LaBeouf usa um saco de papel na cabeça durante Festival de Berlim 2014 Imagem: AP Photo/Axel Schmidt

O ator confirma que desde então vem sendo difícil ser escolhido pelos estúdios de Hollywood. "Por um longo tempo, eu pensei que a vida era secundária em relação à arte. Estou apenas tentando resolver minha vida agora, porque senão não tenho nada para oferecer ao mundo". 

Seu último filme, "Borg vs McEnroe", mostra a rivalidade dos excepcionais tenistas Bjorn Borg e John McEnroe, mas Shia segue odiando tênis. "Eu tenho interesse zero em tênis. Zero. É um esporte elitista", disse na entrevista para a "Esquire".

Entre tantas polêmicas e uma (possível) tentativa de entrar na linha para voltar a figurar nas grandes produções de Hollywood, Shia LaBeouf sempre recebeu elogios pelo seu talento como ator, afinal, ele já trabalhou com grandes nomes da indústria como Steven Spielberg e Oliver Stone.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!