PUBLICIDADE
Topo

Entretenimento

Criadores de "Stranger Things" são acusados de abuso no set; eles negam

Matt e Ross Duffer, criadores de "Stranger Things" - Getty Images
Matt e Ross Duffer, criadores de "Stranger Things" Imagem: Getty Images

Do UOL, em São Paulo

10/03/2018 18h21

Os irmãos Matt e Ross Duffer, criadores de "Stranger Things", foram acusados de abuso verbal durante a gravação das duas temporadas da série da Netflix. Os dois negam as acusações.

Na quinta-feira, no Dia Internacional das Mulheres, a assistente de câmera Peyton Brown publicou em sua conta no Instagram um relato afirmando que os irmãos Duffer criaram um ambiente hostil para as mulheres nas gravações de "Stranger Things", com muitos abusos verbais. "Eu testemunhei pessoalmente dois homens em alta posição de poder naquele set procurar e abusar verbalmente de diversas mulheres. Prometi a mim mesma que se estivesse em situação de falar sobre isso eu faria", escreveu Brown. Depois da repercussão do caso, ela apagou o post.

"Nós estamos muito tristes em saber que alguém se sentiu desconfortável no nosso set. Em virtude da natureza altamente estressante da produção, os temperamentos ocasionalmente ficam desgastados, e por isso pedimos desculpas", informaram os irmãos Duffer em comunicado oficial distribuído à imprensa neste sábado. "Entretanto, achamos que é importante não descaracterizar o nosso set, onde acreditamos fortemente em tratar todos de maneira igual, independentemente do gênero, orientação sexual, raçã, religião ou qualquer outra coisa. Continuamos totalmente comprometidos a promover um ambiente de trabalho seguro e colaborativo para todos em nossas produções".

De acordo com a imprensa internacional, a Netflix investigou o caso e não encontrou indícios de abuso por parte dos irmãos Duffer. A terceira temporada de "Stranger Things" estreará no sistema de streaming no ano que vem.

Entretenimento