PUBLICIDADE
Topo

Chefe da Marvel prevê "grandes mudanças" após "Vingadores: Guerra Infinita"

Teaser do filme "Vingadores: Guerra Infinita", divulgado no Super Bowl - Reprodução
Teaser do filme "Vingadores: Guerra Infinita", divulgado no Super Bowl Imagem: Reprodução

Do UOl, em São Paulo

09/03/2018 16h50

Sem dúvida "Os Vingadores: Guerra Infinita" é um dos filmes mais aguardados do ano. Em uma entrevista à revista Entertainment Weekly, que dedicou sua última edição ao universo da Marvel, o presidente do estúdio Kevin Feige deu algumas pistas sobre o que está por vir para os fãs que terão de esperar até o dia 26 de abril, data de lançamento do filme, para o reencontro dos heróis.

"Com 'Guerra Infinita' chegando ao seu clímax, e com todos os elementos dos últimos filmes que foram levando a isso, além de um 'Vingadores' ainda sem título já confirmado para 2019, é claro que vamos nos aproximando de um fim após nossos 22 filmes", adiantou Feige.

Mas os fãs podem ficar tranquilos. Ainda há muita história para rolar, garante o chefão. "Isso não significa que não vai haver outros filmes depois deles. Claro que não. Mas significa que haverá uma grande mudança depois deles. Assim como acontece nos quadrinhos. Todo grande acontecimento nas histórias publicadas nos últimos 50 anos levou a um impacto no material que veio depois", explica.

Já se sabe que em "Guerra Infinita", os Vingadores terão de se unir aos Guardiões da Galáxia para enfrentar Thanos. Mas é claro que da união de tantas forças surgirão algumas desavenças que podem mudar e muito o rumo de alguns personagens.