PUBLICIDADE
Topo

Ator de "Gossip Girl" é acusado de escravizar sexualmente mulher por 2 dias

O ator Ed Westwick participa de festa em Beverly Hills, na Califórnia - Danny Moloshok/Reuters
O ator Ed Westwick participa de festa em Beverly Hills, na Califórnia Imagem: Danny Moloshok/Reuters

Do UOL, em São Paulo

08/03/2018 12h01

O ator Ed Westick, o Chuck de "Gossip Girl", está sendo acusado por uma estilista de escravizá-la sexualmente por dois dias após uma festa na casa do ator. Em novembro de 2017, o artista já havia sido acusado de abuso sexual contra a atriz Kristina Cohen.

Neste novo caso, divulgado pelo site "TMZ", Haley Camille Freedman denunciou o ator, alegando que em 2014 ela estava com um grupo de amigos na casa de Westick, quando todo mundo foi embora, menos ela.

Ela afirmou que os dois fizeram sexo, mas as coisas ficaram estranhas quando ele pediu para ela estrangula-lo, espancá-lo e cuspir nele. Quando ela se negou a fazer isso, o ator teria começado a fazer nela.

Após o ato, a estilista teria caído no sono e passado a noite na casa. Na manhã seguinte, quando ela estava tomando banho, Westick entrou no banheiro e fez sexo com ela contra a sua vontade.

Haley contou que ficou presa no apartamento por dois dias sem saber onde estava e sem sinal de telefone. A estilista afirmou que Westick disse que a levaria até o seu carro, mas adiou para continuar fazendo sexo com ela e a agredindo. Ainda na acusação, Haley afirmou que sofreu contusões e sangramentos.

O site "TMZ" alertou que a estilista ainda não está processando o ator oficialmente. Ela disse que tentou denunciá-lo na imprensa, mas que os veículos de comunicação não acreditaram em sua história.