PUBLICIDADE
Topo

Gêmeas da Lacração: As dançarinas arretadas que (ainda) não sabem dançar

MC Loma (ao centro) e as Gêmeas da Lacracão (Mariely à esquerda e Mirella à direita) fazem caras e bocas no estúdio do UOL - Lucas Lima/UOL
MC Loma (ao centro) e as Gêmeas da Lacracão (Mariely à esquerda e Mirella à direita) fazem caras e bocas no estúdio do UOL Imagem: Lucas Lima/UOL

Rodolfo Vicentini

Do UOL, em São Paulo

07/03/2018 04h00

As irmãs Mirella e Mariely Santos têm 18 anos e ganharam fama principalmente no Carnaval como as Gêmeas da Lacração. Ao lado de MC Loma, a dupla de dançarinas "que ainda não sabe dançar", como elas mesmo se definem, está com mais de 100 milhões de visualizações no YouTube e a música "Envolvimento" já é o hit do ano. Mas engana-se quem pensa que elas não eram famosas antes.

"Antes mesmo de Paloma, a gente sempre foi muito conhecida. A gente ia no shopping e o povo conhecia a gente e pedia para tirar foto comigo por causa do Instagram. Aí eu gravava uns vídeos trolando a Paloma, já tinha 60 mil seguidores", conta Mirella em entrevista durante passagem pelo UOL.

Crescidas em Jaboatão dos Guararapes (PE), elas pintavam e bordavam na escola. Arretada desde novinha, Mirella acabou reprovando três anos na escola e era mestre na arte da bagunça. "Adorava pegar uma caneta, colocava bolinha de papel e cuspia nos outros. Por isso a professora não gostava de mim. Agora eu parei [a escola], porque vim para cá, mas vou continuar. Aí hoje todo mundo vem babar atrás porque eu sou famosa, aí eu pego e viro, 'Tá vendo, me reprovou antes, não sou seu amigo agora'", diz a garota dando risada.

É visível que as irmãs são totalmente diferentes, mas que o pacote só fica completo com a parceiragem entre elas. Mariely é mais centrada e é considerada a "conselheira" da amiga Loma e da irmã gêmea. "Elas são muito cabeças de vento, eu sou a mais responsável do trio", garante a dançarina.

E por falar em dançar, a dupla trolla os fãs ao falar que são dançarinas, e isso é culpa do bom humor da família, que vem principalmente por parte do pai. "Nem dançar a gente sabe ainda, a gente só engana. Eu sempre gostei de ser a engraçada, fazia todo mundo rir", completa.

E elas "causam" desde pequenas. Ainda com cinco anos, as meninas ficavam em cima do muro de casa avaliando as pessoas que passavam na rua. "A gente ficava falando, 'Aquele é feio, aquele é bonito'. E eles não gostavam não. A gente fazia bagunça na rua todinha, todo mundo sabia quem era a gente", lembra Mirella.

Cabeça para negócios

Mesmo com a pouca idade, Mirella e Mariely já são empreendedoras há alguns anos. Morando pertinho do mar, a dupla sempre foi pé na areia e então tiveram uma ideia: por que não abrir uma loja online de biquínis? "A gente tirava foto no Instagram com outras marcas de biquíni e maiô para divulgação, e dava muito certo. Aí a gente resolveu fazer uma loja online e deu muito certo por um tempo. Mas não temos tempo agora, por isso paramos", resumiu Mirella.

MC Loma e as Gêmeas da Lacracão em passagem pelo UOL - Lucas Lima/UOL - Lucas Lima/UOL
MC Loma e as Gêmeas da Lacracão já têm mais de 100 milhões de visualizações no YouTube
Imagem: Lucas Lima/UOL

Mariely namora há quase dois anos e a distância atrapalha um pouco. "Ele não tem ciúmes, só tá triste porque a gente está longe, mas vou dar um jeito". A irmã interrompe na hora: "Ela vai casar". "Mentira, vou nada. Eu conheço ele desde a infância e aí aconteceu", completou a outra.

Compositoras dos hits do trio MC Loma e as Gêmeas Lacradoras, as irmãs vão escrevendo quebrado e então sai mais um funk brega "chiclete". "Quem começou a escrever foi ela, mas o primeiro hit foi meu", diz Mirella. "Eu mandei para a Mariely, porque sabia que ela ia achar engraçado. Tava ela e namorado na casa dele e eu e a Paloma brincando de batalha de rima em casa. Aí a Paloma não sabia rimar. Então falei que ia fazer uma coisa para a Loma gravar e mandar pra Mariely. Peguei uma batida de brega funk e a Loma cantou. Aí foi horrível e deu certo", brinca Mirella, dando risada.