PUBLICIDADE
Topo

Atriz processa produtores de filme por grave acidente a deixar com cicatriz

Atriz Taylor Hickson após grave acidente em filmagem - Reprodução
Atriz Taylor Hickson após grave acidente em filmagem Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

07/03/2018 11h22

A atriz Taylor Hickson - que já teve papéis em filmes como “Deadpool” e a série “Aftermath” - está processando os produtores do filme de terror “Ghostland”, no Canadá, por um grave acidente que a deixou com uma grande cicatriz na face. Ela entrou na Justiça contra a Incident Productions por conta do problema que ocorreu em dezembro de 2016.

Na ocasião, ela tinha 18 anos e estava gravando uma cena “carregada em emoção”. Nela, o diretor a pediu para ela bater mais e mais forte em uma porta de vidro. A porta cedeu e ela se feriu.

“No curso da gravação da cena, o diretor [Pascal Laugier], pediu pra ela insistentemente para bater mais forte no vidro com seus punhos. Em certo ponto, quando foi pedida para aumentar ainda mais a força, ela perguntou ao diretor e produtores se era seguro fazer isso. Eles responderam que sim”, diz a defesa, no processo, de acordo com o “Deadline”.

Em seguida, diz o processo, “O vidro quebrou, fazendo com que sua cabeça e a parte de cime do seu corpo caíssem sobre a porta e o vidro. Como resultado, ela cortou a parte esquerda da face”. Hickson foi parar no hospital e tomou cerca de 70 pontos.

Taylor - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

“Seguraram meu rosto com lenços. Havia tantos lenços, tanto sangue”, detalhou a própria Hickson, ao “Deadline”. “Desde então, vivo com muitas inseguranças, conflitos, dor, raiva e tristeza. Foi meu último dia em um set, e nada foi feito.”

Um fato curioso, de maneira quase perversa, é que o pôster de “Ghostland” apresenta uma mulher com a face “quebrada” e cortada.

Poster - Divulgação - Divulgação
Pôster do filme "Ghostland"
Imagem: Divulgação

O processo da atriz ainda informa que ela teve de fazer diversos tratamentos com laser e silicone, mas que mesmo assim ela teve uma grande cicatriz no rosto. “É desconhecido se mais tratamentos, inclusive cirúrgicos, vão reduzir o dano à sua aparência”. A defesa ainda destaca que ela era uma atriz com grande movimento em sua agenda, mas que ela perdeu trabalhos durante sua recuperação.

“A lesão que ela sofreu era algo que poderia ter sido antecipado pelos produtores e foi causada apenas pela negligência dos produtores”.

O filme será lançado só agora, no dia 24 de março, em Paris. Hickson não comparecerá.