PUBLICIDADE
Topo

Atriz de Grey's Anatomy assumiu ser bissexual encorajada por sua personagem

Sara Ramirez foi de "Grey"s Anatomy" de 2006 a 2016 - Rich Fury/Invision/AP
Sara Ramirez foi de "Grey's Anatomy" de 2006 a 2016 Imagem: Rich Fury/Invision/AP

Do UOL, em São Paulo

07/03/2018 12h56

Sara Ramirez viveu a doutora Callie Torres na série Grey’s Anatomy. E, em seu caso, a vida imitou a arte, quando ela decidiu se assumir bissexual, encorajada pelo fato de sua personagem ter feito o mesmo nas telas.

“Eu não sabia se estava pronta para me assumir publicamente”, afirmou ela à revista “People”, que produziu um especial sobre pessoas que assumiram sua sexualidade publicamente, chamada “Coming Out Stories”.

Ramirez, de 42 anos, hoje vem trabalhando na série “Madam Secretary”. Ela afirmou que a sua personagem e a violência contra a comunidade LGBT, como o tiroteio na boate Pulse, em Orlando, convenceram-na a falar sobre o tema.

“Assumir publicamente me deu uma sensação de alívio, veio como uma forma de liberação para minha identidade, para que eu não precisasse mais esconder nada sobre mim”, disse ela. “Eu me assumi para amigos e família desde os 18 anos. Mas tive muita discriminação e senti fobias. Eu conhecia minha verdade. Quando minha carreira mudou do teatro para a TV, tive a chance de contar a jornada de uma bissexual, algo que eu nunca tinha visto na minha vida.”

Ramirez ainda falou sobre o medo que tinha de falar sobre isso. “Eu tinha medo de me assumir, por que achava que mudaria minha carreira e sofreria discriminação. Mas, com o passar do tempo, vi que tinha de usar minha plataforma para empoderar as pessoas que são desta comunidade.”

Sara Ramirez ainda conta sobre a vez em que contou isso para algumas pessoas próximas. “Era uma noite de filmes em casa. Eu pausei e contei. Não sabia o que esperar, mas recebi muito apoio. Eles falaram: ‘legal! Agora podemos voltar ao filme?’”, riu ela.