PUBLICIDADE
Topo

Acordo para vender empresa de Harvey Weinstein é cancelado por investidores

Os irmãos Bob e Harvey Weinstein. fundadores da produtora The Weinstein Company  - Mark Von Holden/Getty Images for Dimension Films
Os irmãos Bob e Harvey Weinstein. fundadores da produtora The Weinstein Company Imagem: Mark Von Holden/Getty Images for Dimension Films

Do UOL, em São Paulo

06/03/2018 18h44

O grupo de investidores do bilionário Ron Burkle desistiu de comprar a Weinstein Company, afirmou a parceira de negócios Maria Contretas-Sweet.

"Nós recebemos informações decepcionantes sobre a viabilidade desta transação", informou a executiva em comunicado. "Como resultado, decidimos encerrar as negociações".

Burkle e Contretas-Sweet anunciaram semana passada que chegaram a um acordo para adquirir a empresa do magnata de Hollywood, acusado de assédio sexual e estupro por centenas de mulheres da indústria, por US$ 500 milhões.

Mas desde então, os investidores descobriram novas informações sobre contas anteriormente não divulgadas, informou uma fonte da família.

Outro fator que estava dificultando as negociações era o pagamento "de garantia" para manter a companhia ativa. 

Após algumas reuniões, o pagamento inicial de US$ 1,5 milhão teria que ser feito nesta terça-feira (06). Nos estágios iniciais das negociações, os compradores teriam que pagar US$ 50 milhões caso o acordo fosse quebrado.

Mas tudo mudou após novas acusações criminais contra Weinstein, no dia 11 de fevereiro, exigindo por parte de Burkle e Contretas-Sweet que não existisse nenhuma garantia no negócio.

A "Variety" garante que não resta muitas opções para a Weinstein Co. a não ser declarar falência.