PUBLICIDADE
Topo

Sam Rockwell recebe Oscar de melhor ator coadjuvante por papel polêmico

Sam Rockwell levanta a estatueta dourada do Oscar por melhor ator coadjuvante por "Três Anúncios Para um Crime" - REUTERS/Lucas Jackson
Sam Rockwell levanta a estatueta dourada do Oscar por melhor ator coadjuvante por "Três Anúncios Para um Crime" Imagem: REUTERS/Lucas Jackson

Do UOL, em São Paulo

04/03/2018 22h18

Sam  Rockwell recebeu o Oscar de melhor ator coadjuvante pelo seu papel como o policial racista Dixon, de “Três Anúncios Para um Crime”, neste domingo (04). Essa foi a primeira indicação que o ator de 49 anos recebeu.

O norte-americano venceu os concorrentes Willen Dafoe ("Projeto Flórida"), Woody Harrelson ("Três Anúncios Para Um Crime"), Richard Jenkins ("A Forma da Água") e Christopher  Plummer ("Todo Dinheiro do Mundo").

"Muito obrigado pela maravilhosa Frances Mcdormand e Woody Harrelson. Muito obrigado a todos que também já olharam para um outdoor", brincou o ator em seu discurso. Por fim, ele agradeceu o ator Philip Seymour Hoffman, que morreu em 2014: "Esse vai para o meu o velho amigo."

Rockwell acabou entrando em algumas polêmicas nas rede sociais, por muitas pessoas criticarem o final de seu personagem, que, teoricamente, não faria jus ao que ele merecia por ser uma pessoa marcada por tantos preconceitos.

O ator Sam Rockwell em "Três Anúncios Para um Crime" - Reprodução - Reprodução
O ator Sam Rockwell em "Três Anúncios Para um Crime"
Imagem: Reprodução