PUBLICIDADE
Topo

Atrizes indicadas se recusam a falar com apresentador acusado de assédio

O apresentador e produtor Ryan Seacrest - AFP PHOTO / ANGELA WEISS
O apresentador e produtor Ryan Seacrest Imagem: AFP PHOTO / ANGELA WEISS

Do UOL, em São Paulo

04/03/2018 20h30

As cinco candidatas ao Oscar de melhor atriz neste domingo se recusaram a conversar com o apresentador do canal E! Ryan Seacrest, que está sendo acusado de assédio sexual.  Margot Robbie (“Eu, Tonya”), Frances McDormand ("Três Anúncios para um Crime"), Saoirse Ronan (“Lady Bird: A Hora de Voar”), Sally Hawkins (“A Forma da Água”) e Meryl Streep (“The Post: A Guerra Secreta”) se esquivaram da entrevista no tapete vermelho.

Seacrest também recebeu um tipo de "proteção" em possíveis polêmicas no tapete vermelho, evento tradicional antes do Oscar, neste domingo (04). Os produtores do canal pediram que um delay (aquele atraso que vemos em programas ao vivo) de 30 segundos aconteça caso o apresentador seja confrontado por alguém.

"O plano é que tenha um tempo para que eles possam cortar a transmissão para [a outra apresentadora] Giulianna Rancic ou mesmo desligar a câmera, caso um encontro complicado aconteça", revelou um fonte para o site "Deadline".

O próprio E! garantiu que o delay é normal para situações especiais como essa, em que a programação inteira é ao vivo e precisa de uma grande produção.

Ryan foi acusado por um estilista que trabalhou com ele há alguns anos de assédio sexual. O apresentador afirmou que se trata de uma notícia, e que a suposta vítima ainda pediu US$ 15 milhões para que não falasse publicamente sobre o caso.