PUBLICIDADE
Topo

Os "causos" mais inusitados nos 90 anos da entrega do Oscar

Do UOL, em São Paulo*

03/03/2018 04h00

Atores, atrizes, produtores e a própria Academia já passaram por poucas e boas nas premiações do evento máximo do cinema. Relembre as situações mais bizarras que já aconteceram nos 90 anos do Oscar.

Vem pegar seu prêmio, Frank

O cineasta Frank Capra - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

1933 - Acha que "La La Land" e "Moonlight" foram os primeiros a protagonizarem uma lambança no Oscar? Na década de 30, os diretores Frank Capra e Frank Lloyd disputavam o prêmio e Will Rogers anunciou o vencedor assim: "Suba aqui e venha pegar, Frank". Nesse vai que não vai, Capra se dirigiu ao palco, mas na verdade foi o seu xará quem levou a estatueta. Dava para ter evitado, não é?

Esse troço parece meu tio Oscar

As desejadas estatuetas do Oscar - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

1939 - A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood começou a usar oficialmente o apelido "Oscar" para seus prêmios. Embora não confirmada, a versão popular sobre a origem do nome afirma que Margaret  Herrick, bibliotecária da Academia, disse que a estatueta se parecia com seu tio Oscar. E não é que pegou?

Empate sem jokenpô

A atriz Barbra Streisand com o Oscar em 1969  - AP Photo/George Birch - AP Photo/George Birch
Imagem: AP Photo/George Birch

1969 - O Oscar teve o único empate de sua história na categoria de melhor atriz: Katharine Hepburn por "O Leão no Inverno" e Barbra Streisand por "Funny Girl -- Uma Garota Genial." Hepburn não compareceu à ocasião, perdendo a única oportunidade de ter que "quebrar" o prêmio em dois.

Protesto

Sacheen Littlefeather sobe ao palco no lugar de Marlon Brando para recusar o Oscar de melhor ator por "O Poderoso Chefão" - AP Photo - AP Photo
Imagem: AP Photo

1973 - Marlon Brando conquistou o troféu de melhor ator por sua atuação como Vito Corleone em "O Poderoso Chefão", mas boicotou a cerimônia para protestar contra a maneira como os indígenas norte-americanos são retratados no cinema e na televisão. Sacheen Littlefeather, ativista indígena, subiu ao palco usando uma vestimenta apache tradicional no lugar de Brando e recusou a estatueta.

Uma surpresinha

O artista Robert Opel invadiu nu a cerimônia do Oscar 1974 - Anonymous/AP/REX/Shutterstock - Anonymous/AP/REX/Shutterstock
Imagem: Anonymous/AP/REX/Shutterstock

1974 - Dave Niven iria anunciar a atriz Elizabeth Taylor, mas eis que um homem nu apareceu correndo no fundo do palco. A cena virou um clássico do Oscar e foi protagonizada pelo artista/invasor Robert Opel. "Bem, senhoras e senhores, isso quase aconteceu... Mas não é fascinante pensar que provavelmente a única risada que esse homem terá na vida foi ao tirar as roupas e mostrar suas deficiências?”, brincou o apresentador.

Atrás das grades

Adrien Brody em cena do filme "O Pianista" - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

2003 - Roman Polanski conquistou o Oscar de melhor diretor por seu drama do Holocausto "O Pianista", mas não pôde viajar a Los Angeles por ser procurado nos Estados Unidos para cumprir pena pelo estupro de uma menor de idade em 1977. A plateia respondeu aplaudindo de pé.

Tropeçou e ganhou

Jennifer Lawrence cai durante o Oscar 2013 -  REUTERS/Mario Anzuoni -  REUTERS/Mario Anzuoni
Imagem: REUTERS/Mario Anzuoni

2013 - Jennifer Lawrence tropeçou e caiu ao caminhar para receber o prêmio de melhor atriz por "O Lado Bom da Vida". Mesmo assim, ela foi aplaudida de pé, o que a levou a brincar dizendo, "vocês todos só estão de pé porque eu caí, e isso foi constrangedor".

Quem?

John Travolta erra nome de cantora no Oscar 2014 - Kevin Winter/Getty Images/AFP  - Kevin Winter/Getty Images/AFP
Imagem: Kevin Winter/Getty Images/AFP

2014 - "Frozen - Uma Aventura Congelante" conquistou o mundo e a música "Let it Go" foi executada milhões e milhões de vezes. Mas John Travolta acabou se atrapalhando com o nome da cantora Idina Menzel e, ao vivo, anunciou a apresentação de "Adele Dazeem". Claro que a situação virou meme e ainda é inesquecível.

Foi você, mas nem foi

Jimmy Kimmel rói as unhas quando Jordan Horowitz revela que "Moonlight" é o verdadeiro vencedor do Oscar, e não "La La Land" - Chris Pizzello/Invision/AP - Chris Pizzello/Invision/AP
Imagem: Chris Pizzello/Invision/AP

2017 - "Moonlight" se tornou o primeiro filme com um elenco exclusivamente negro a vencer como melhor filme, mas inicialmente um erro nos bastidores levou à entrega do prêmio para o musical "La La Land - Cantando Estações". "Há um erro. 'Moonlight', você é o vencedor do melhor filme. Isso não é uma piada", disse Jordan Horowitz, um dos produtores do filme protagonizado por Emma Stone e Ryan Gosling, quando toda equipe estava no palco."

*Com informações da Reuters