Topo

Entretenimento

Organização nega corujas amarradas em evento de "Harry Potter"

Reprodução/Instagram
Imagem de corujas compartilhada por Luisa Mell viralizou Imagem: Reprodução/Instagram

Do UOL, em São Paulo

02/03/2018 09h41

A organização do evento "Casa dos Bruxos", sobre o universo "Harry Potter", negou que corujas tenham sido amarradas para ficar expostas aos visitantes -- ao contrário do que foi denunciado pela ativista e apresentadora Luisa Mell, conhecida por defender a causa do bem-estar animal. 

De acordo com os representantes do evento, "em nenhum momento as corujas estiveram sob cativeiro ou presas". A foto que viralizou nas redes sociais, na verdade, não mostrava a coruja amarrada, mas sim usando "anilhas de identificação fornecidas pelo órgão ambiental, e um 'jesse', objeto de uso para manejo com estes animais aceito e regulamentado pela lei internacional de falcoaria".

A "Casa dos Bruxos" ainda afirmou que "não houve comercialização de qualquer tipo de ação com os animais, como fotos e/ou possibilidade de os visitantes pegarem as corujas no colo". "Em todo e qualquer momento, somente os responsáveis pelos animais poderiam manejá-las, e sempre estiveram presentes a fim de resguardar e proteger público e animais. Tais cuidadores são profissionais habilitados e autorizados, conforme documentos apresentados aos órgãos fiscalizadores de proteção ambiental", completa. 

A presença das corujas no evento, que acontece no shopping Eldorado, na zona oeste de São Paulo, teve, segundo a organização, o propósito de "educar e informar" o público, já que muitos animais do tipo foram adotados e abandonados com a febre em torno dos filmes da saga "Harry Potter". A organização ainda ressaltou que as corujas são "urbanas" e "sempre estiveram dentro das condições ambientais e de manejo permitido pela legislação vigente e especificamente aplicada". 

A organização também reforçou que as corujas não serão mais utilizadas no evento e relatou que os funcionários do evento vêm sendo ameaçados. "Pedimos bom senso às pessoas e grupos que estão ameaçando funcionários do evento de maneira verbal e física. Cada caso está sendo tratado judicialmente e com as autoridades responsáveis", conclui a nota. 

Entenda o caso

O evento "Casa dos Bruxos" se tornou alvo de polêmica na última quarta-feira (28), quando Luisa Mell compartilhou em seu Instagram uma imagem que mostrava duas corujas supostamente amarradas.

"Acabei de ligar no Shopping e a atendente me confirmou que elas ficam das 10 da manhã até as 10 da noite todos os dias (menos segunda) amarradas para tirarem fotos!! Isto é crime! Isto é crueldade!", escreveu a ativista, que ainda pediu aos seus seguidores para entrarem em contato com o Shopping e exigir que ele tomasse providências. 

No mesmo dia, o Shopping Eldorado afirmou que estava apurando as denúncias de maus-tratos aos animais e havia suspendido a utilização das corujas durante o evento. 

Mais Entretenimento