Topo

Walking Dead

Audiência: 8ª temporada de "Walking Dead" tem pior retorno da série

Divulgação
Carl (Chandler Riggs) em cena do nono episódio da oitava temporada de "The Walking Dead" Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo

27/02/2018 14h52

Os episódios de retorno das temporadas de "Walking Dead" -- lá fora conhecidos como "midseason premiere" -- são sempre eventos muito aguardados pelos fãs. Mas o da oitava temporada, exibido neste domingo (25), teve a pior audiência de um episódio do tipo já registrada pela série. 

De acordo com dados da Nielsen divulgados pela revista “Variety”, “Honor” foi visto por 8,3 milhões de espectadores e conquistou 3,6 pontos de audiência entre os adultos de 18 a 49 anos, a faixa mais valorizada pelo mercado publicitário nos Estados Unidos.

O número é ruim, mas representa uma melhora em relação ao “midseason finale” da temporada. Exibido em dezembro, ele foi visto por 7,9 milhões de pessoas.

Confira a lista das audiências de retorno da série, ordenadas pelos pontos (a primeira temporada ficou de fora por não ter sido dividida em duas partes):

Temporada 4 (2014)– 8,2 pontos, 15,8 milhões de espectadores
Temporada 5 (2015)– 8 pontos, 15,6 milhões de espectadores
Temporada 6 (2016)– 6,8 pontos, 13,7 milhões
Temporada 3 (2013)– 6,1 pontos, 12,3 milhões
Temporada 7 (2017)– 5,7 pontos, 12 milhões
Temporada 2 (2012)– 4,2 pontos, 8,1 milhões
Temporada 8 (2018)– 3,6 pontos, 8,3 milhões

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!