Topo

Filmes e séries

Natalie Portman está arrependida por ter apoiado Polanski em caso de abuso

Chelsea Guglielmino/Getty Images
Natalie Portman discursa na Marcha das Mulheres, em Los Angeles Imagem: Chelsea Guglielmino/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

20/02/2018 19h42

Natalie Portman afirmou em entrevista ao "BuzzFeed News" que se arrepende de ter apoiado o diretor Roman  Polanski em caso de pedofilia em 2009.

Em setembro daquele ano, o consagrado cineasta foi preso pela polícia suíça após uma ordem judicial por supostamente ter estuprado uma jovem de 13 anos em 1977. Na ocasião, diversos atores, produtores e diretores assinaram uma petição apoiando Polanski. 

Portman, um dos principais nomes do movimento Time's  Up, garante que "se arrepende muito" e que "assume total responsabilidade pelo que fez".

"Alguém que eu respeitava me apresentou [a petição] e disse, 'Eu assinei isso, você assina também?'. Foi um erro. Eu sinto que ganhei empatia de pessoas que cometeram erros. Nós vivemos em um mundo diferente, e isso não é desculpa de nada. Mas você pode abrir seus olhos e mudar completamente a forma como quer viver. Meus olhos não estavam abertos [na época]", definiu a atriz.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!