Topo

Filmes e séries

Harvey Weinstein nega ter acobertado acidente de Uma Thurman em "Kill Bill"

Divulgação
Quentin Tarantino, Uma Thurman e Harvey Weinstein durante um evento de cinema Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo

05/02/2018 22h41

Harvey Weinstein resolveu se manifestar após Uma Thurman defender o diretor Quentin Tarantino e jogar a culpa do grave acidente que sofreu no set de filmagem de "Kill Bill" para ele e outros dois produtores.

Ele negou que tenha acobertado o ocorrido e destruído evidências, como disse a atriz. Para justificar, Weinstein disse que Uma Thurman seguiu trabalhando com ele "em mais três filmes, inclusive 'The War With Grandpa', com estreia prevista para este ano".

Outro lado

Protagonista do filme de 2003, Uma isentou o diretor da culpa pelo acidente sofrido durante as filmagens. “Quentin se mostrou profundamente arrependido em diversos momentos desde esse dia”, escreveu a atriz em seu Instagram.

Ela aproveitou e publicou o vídeo do momento do acidente, dado a ela por Tarantino apenas este ano. “Ele fez isso com toda a consciência que a revelação dessa cena lhe causaria dano pessoal. Eu estou orgulhosa dele por fazer a coisa certa e por sua coragem”, disse.

“A forma como isso foi acobertado depois que aconteceu é que é imperdoável”, acusa. “Eu culpo Lawrence Bender, E. Bennett Walsh e o notório Harvey Weinstein por isso. Eles mentiram, destruíram evidências e continuam me contradizendo sobre o dano que sofri”.

O acidente foi revelado em uma entrevista da atriz ao "The New York Times" em que ela também alega ter sofrido assédio sexual por parte do famigerado produtor.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!