Topo

Música

Lançamentos da semana: Rap do Pantera Negra e funk com rainhas da sofrência

Divulgação
Emicida, Marília Mendonça (em parceria com Dennis DJ e Maiara & Maraísa) e Ludmilla soltaram músicas novas essa semana Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo

02/02/2018 17h16

A semana que antecede o Carnaval termina com uma safra de lançamentos dos mais diversos. De olho na folia, artistas unem forças para emplacar aquele hit da temporada. Tem mistura de funk com sertanejo, folk com axé e o encontro surpresa entre BaianaSystem e Nação Zumbi.

Enquanto isso, Ludmilla cai no reggaeton, Criolo lança um samba-enredo e Emicida solta uma nova pedrada, inspirada no filme "Pantera Negra".

Confira os lançamentos dessa semana:

Emicida, "Pantera Negra"

O rapper já assistiu ao novo filme da Marvel, "Pantera Negra", e saiu do cinema inspiradíssimo. Não se trata de um tema oficial do longa que estreia no dia 15, mas bem que poderia ser. Assim como as músicas de Kendrick Lamar, baseadas no longa, Emicida vai além da reverência ao herói e faz uma exaltação ao povo negro.

Kendrick Lamar e The Weeknd, "Pray For Me"

a trilha oficial oficial do filme promete ser um tiro. The Weeknd traz os beats pulsantes e pesados, no mesmo clima de seu último disco, "Starboy", e ganha a participação de Kendrick Lamar em mais um single do disco liberado nesta sexta-feira (2). 

Ludmilla, "Solta a Batida"

Lud abre os trabalhos em 2018 no ritmo latino. Na primeira incursão da cantora pelo reggaeton, ela fica ainda mais solta e sensual. No clipe, ela invade uma festa pomposa e causa tumulto ao rebolar deitada no chão e dançar com Thiago Soares, 1º bailarino brasileiro do Royal Ballet de Londres. A modelo Vera Valdez, de 81 anos, também participa do clipe em uma cena quente. Como diz a letra, é "pique provocação". 

Dennis DJ, Marília Mendonça e Maiara & Maraisa, “Um Brinde”

Depois de Matheus e Kauan, é a vez das rainhas da sofrência caírem no batidão do funk. Marília Mendonça e a dupla Maiara e Maraisa soltam os gogós para uma uma ode à bebedeira. No clipe, elas sobem ao ringue para ver quem bebe mais. Vai pegar sim ou com certeza?

MC Kevinho e Simone & Simaria, "Ta Tum Tum"

Tanto o funkeiro quanto as coleguinhas já lançaram 'feats' melhores, mas isso não quer dizer que "Ta Tum Tum" não vá emplacar. A sanfona casa bem com a batidão e o espírito da zueira que use os dois artistas é sucesso garantido no clipe assinado por Kondzilla.

BaianaSystem e Nação Zumbi, "Alfazema"

Outro feat. dos mais poderosos. O encontro entre os baianos e os pernambucanos dá origem a uma espécie de oração dançante para iniciar bem o Carnaval. Proteção garantida (mas bem que podia ter ainda mais percussão).

Anavitória e Saulo, "Clareiamô"

A dupla de pop folk soltou um EP, "Anavitória Canta Para foliões de Bloco, Foliões de Avenida e Não Foliões Também", dedicado a versões low profile de hits do axé, como "Vem Meu Amor", "Baianidade Nagô" e "Me Abraça". A parceria com Saulo é inédita e fofa -- não dá para pular na pipoca, mas abre os caminhos para a festa.

Criolo, "Povo Guerreiro"

Depois do disco de samba "Espiral de Ilusão", Criolo dá as caras de surpresa com um samba enredo. "Povo Guerreiro", de autoria de Ricardo Rabelo e Willian Borges, versa sobre a luta do negro pela conquista da igualdade.

Caetano, Moreno, Zeca e Tom veloso, "Um Canto de Afoxé Para o Bloco do Ilê"

A canção é pura memória afetiva. Lançada em 1982, com voz (e letra!) do primogênito do baiano, Moreno, a música exalta o tradicional bloco afro na Bahia e ganha reforço de pai, filho e os irmãos Zeca e Tom, em mais uma prévia do disco ao vivo "Ofertório", a ser lançado em março.

Justin Timberlake, "Man of the Woods"

Tempo mais lento, batida minimalista e uma guitarra do country de fundo. A música que dá nome ao novo disco de Justin (lançado nesta sexta) pode não empolgar os fãs, mas mostra um artista que tem olhado para a frente para fugir do lugar comum.

Baco Exu do Blues, "Facção Carinhosa"

"Complexo de Édipo pelo reflexo da mão que é mãe da minha rima", diz o primeiro verso da nova viagem de Baco. Enquanto prepara a segunda parte do "Esú", o rapper baiano dá mais uma mostra do beat pesado (dessa vez comandado por Coyote) e dos versos delirantes e incisivos que o fez ser a grande revelação de 2017.

Stone Temple Pilots, “Roll Me Under”

O primeiro trabalho do STP com o novo vocalista Jeff Gutt traz aquele peso característico da banda. Pela prévia, Gutt parece segurar bem como frontman, seguindo o estilo dos falecidos vocalistas Scott Weiland e Chester Benington.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!