Topo

Música

DJ que assediou Taylor Swift arruma novo emprego e é ameaçado com bomba

Reprodução/TMZ
O radialista David Mueller assedia cantora Taylor Swift Imagem: Reprodução/TMZ

Do UOL, em São Paulo

01/02/2018 10h44

A cantora Taylor Swift acusou o DJ David Mueller de ter passado a mão em sua bunda em 2013 durante uma sessão de fotos. Por causa disso, o DJ foi demitido de seu antigo emprego e processou a cantora em 2015 porque acreditou que a declaração dela o prejudicou.

Apenas cinco meses depois da Justiça ter negado o processo de David e decidido em favor de Taylor Swift, o músico finalmente arrumou um novo emprego. Ele começou a trabalhar na rádio de country music do Mississippi KIX 92,7. Porém, menos de 24 horas após a notícia de seu emprego ter sido divulgada, foi relatada uma ameaça de bomba na rádio.

A estação recebeu um e-mail anônimo escrito "Você vai se arrepender do que você fez. Aproveite a bomba".

A polícia foi acionada, o prédio evacuado e com um cão farejador, o esquadrão anti-bomba não encontrou nenhum artefato explosivo e as pessoas puderam voltar a trabalhar.

Em agosto de 2017, a Justiça condenou Mueller a pagar o simbólico valor de US$ 1 para Taylor por ter assediado a cantora.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!