Topo

San Diego Comic-Con

Após 30 horas em fila, fãs ganham ingressos grátis para a Comic-Con 2018

Renata Nogueira/UOL
Tão perto, tão longe: fãs foram barrados do cobiçado Hall H, mesmo com a pulseira que garantiria o acesso a ele Imagem: Renata Nogueira/UOL

Renata Nogueira

Do UOL, em San Diego (EUA)

22/07/2017 18h38

Cerca de 300 pessoas que aguardavam neste sábado (22) para assistir aos painéis mais concorridos da San Diego Comic-Con foram compensadas com ingressos para o evento no ano que vem. A recompensa veio depois de mais de 30 horas de espera na fila e a falsa promessa de que teriam lugar garantido no Hall H, espaço mais disputado do evento, depois de conseguirem uma das pulseiras distribuídas na noite anterior.

O anúncio veio seguido de protestos, já que eles perderam o primeiro painel do dia, do estúdio Warner Bros., que teve presença de Steven Spielberg, Harrison Ford, Ryan Gosling e todo o elenco de "Liga Da Justiça" -- incluindo Gal Gadot, a Mulher Maravilha.

Mario Anzuoni/Reuters
Fãs acamparam em fila para tentar garantir lugar nos painéis da Marvel e da DC Imagem: Mario Anzuoni/Reuters

Ao som de Gritos "Hey Comic-Con, tell us whats going on", o diretor de programação do evento, Eddie Ibrahim, foi pessoalmente pedir desculpas às pessoas que aguardavam do lado de fora. Em seguida, ele entrou no cobiçado auditório para pedir que o público colaborasse sinalizando lugares vagos. 

Pouco depois da aparição do diretor na área externa, a segurança da Comic-Con liberou dois grupos de 50 pessoas para entrar no salão. Com ingressos garantidos para o ano que vem e a chance de assistir aos outros painéis do dia, os "sortudos" comemoraram com gritos e dancinhas.

Já quem não garantiu a pulseira na noite anterior não teve a mesma sorte. Os passes para o ano que vem só serão distribuídos aos que tiverem as pulseiras e provarem que estavam do lado de fora no início da programação.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!