Topo

Livros e HQs

Embaixador e escritor João Almino ocupa cadeira de Ivo Pitanguy na ABL

Divulgação
O escritor e diplomata João Almino Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo

08/03/2017 17h35

A Academia Brasileira de Letras (ABL) divulgou nesta terça-feira (8) o resultado da eleição para o lugar de ivo Pitanguy --morto em agosto do ano passado-- na cadeira 22 da instituição. O vencedor por unanimidade foi o embaixador e escritor João Almino com os votos de 23 acadêmicos presentes e dez por cartas. Antes de Ivo Pitanguy, ocuparam a cadeira 22 Medeiros e Albuquerque, José Bonifácio, Miguel Osório de Almeida e Luís Viana Filho.

Potiguar nascido em Mossoró em 1950, João Almino atua como diplomata e, por isso, tem seis romances cujas histórias se passam em Brasília: "Ideias para onde passar o fim do mundo", "Samba-Enredo", "As cinco estações do amor", "O livro das emoções", "Cidade Livre", e "Enigmas da Primavera".

Parte de sua obra de ficção está traduzida para o inglês, o francês, o espanhol, o italiano e outras línguas. Almino também autor de livros de ensaios de filosofia política ou de história, considerados referência para os estudiosos da democracia e do autoritarismo além de ensaios literários.

O mais novo membro da ABL foi Diretor do Instituto Rio Branco. Medalha de ouro no Curso de Preparação à Carreira Diplomática do Instituto Rio Branco, bacharel em direito pela UERJ e mestre em sociologia pela UNB. Foi professor na UnB (Universidade de Brasília), na Universidade Nacional Autônoma do México e nas universidades de Berkeley, Stanford e Chicago, nos Estados Unidos.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Livros e HQs