Entretenimento

CCXP: "A geração de vocês não tem conteúdo", diz Conrado, ídolo dos anos 80

Felipe Branco Cruz

Do UOL, em São Paulo

01/12/2016 14h16

Uma das primeira atrações da CCXP (Comic Con Experience) nesta quinta (1º) já contou com polêmica. Um painel sobre a nostalgia dos anos 1980 levantou a questão de como a internet está deixando os jovens sem memória.

Participaram do painel a ex-paquita Andreia Sorvetão, que estava fantasiada de batgirl (ou “batquita, mistura de batman com paquita”, como ela brincou), e seu marido, o cantor Conrado, além do lutador Michel Serdan, do ator Roberto Berttini, que interpretava o Dengue no "Xou da Xuxa", e do youtuber Felipe Castanhari, do Canal Nostalgia.

O pouco público (que levou a um atraso de quase uma hora) deixou os convidados constrangidos. “Tem o quê? Umas 20, 30 pessoas? Não tem problema, porque esse pessoal quer muito conversar com vocês”, tentou descontrair Castanhari, que mediou a conversa.

Mas Conrado levantou polêmica ao afirmar que a geração dos anos 2000 não tem conteúdo nenhum. “Eu lamento, mas a geração de vocês não tem conteúdo nenhum. Era muito melhor nos anos 1980”, disse. 

Castanhari, que ficou famoso na internet, discordou imediatamente. “Temos o YouTube, com centenas de canais infantis. São ótimos”, disse. “Me desculpem, mas eu volto a afirmar, vocês estão hipnotizados pela internet. Naquela época é que tínhamos programas bons na TV”, lamentou novamente Conrado.

O ator Roberto Berttini também entrou no tema. “Eu tenho filho, ele adora jogar video game. Mas como moro no interior, eu faço ele subir no pé de manga também. Eu sinto discordar, Conrado, mas o nosso tempo não vai voltar nunca mais”, disse. “Vamos dar graças a Deus por termos feito sucesso. Nem cantor eu sou e gravei disco com a Sony”, lembrou Berttini, que interpretava o Dengue.

Castanhari, por sua vez, colocou panos quentes na discussão. “Todos nós somos saudosistas. Acho que daqui uns dez anos eu vou dizer que a minha infância foi a melhor, assim como vocês estão falando. Meu pai fala isso para mim. A próxima geração vai ter algo novo também”.

Anos "dourados"

Os quatro participantes do painel, mediado por Castanhari, relembraram da época em que participavam do programa da Xuxa. “Eu cheguei a andar de carro, com o Ayrton Senna dirigindo, que namorava a Xuxa na época. Eu trabalhei com dois ícones da infância dos anos 1980: a Xuxa e o Renato Aragão. As meninas queriam ser paquitas”, afirmou Sorvetão.

O cantor Conrado lamentou que hoje as pessoas não lembram dele. “Na rua, eles olham para mim e dizem: ‘você não é famoso? É o marido da Sorvetão!’. Naquela época eu andava com seguranças. Fazer sucesso é fácil, manter que é difícil”, desabafou. “Alguém aí viu o ‘Power Couple’, programa da Record em que eu e a Sorvetão participamos?”, questionou o cantor. Apenas uma pessoa na plateia levantou a mão. “Então foi você o único que nos deu audiência”, brincou.

Ao final do painel, foi exibido um curta-metragem produzido pela CCXP com a participação dos quatro astros dos anos 1980 presentes no painel. O vídeo, já disponível on line, mostra como eles foram esquecidos pelo tempo, porém continuam super-heróis na cabeça dos fãs.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Entretenimento

Topo