Entretenimento

Tunga ganha exposição em SP com obras inéditas quatro meses após sua morte

Divulgação
Tunga ganha mostra póstuma com trabalhos inéditos na Galeria Millan, em São Paulo Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo

04/10/2016 17h41

Tunga vai ganhar uma exposição com mais de 30 obras ainda inéditas no Brasil em dois espaços diferentes a partir do próximo dia 15 (sábado), em São Paulo.

O artista, que era um dos nomes mais reconhecidos e celebrados na arte contemporânea brasileira, morreu em junho, aos 64 anos. Tunga já havia deixado pronta a mostra, que deveria ter acontecido no ano passado, o que não foi possível por causa do estado de saúde do artista.

Batizada de "Pálpebras", a mostra estará dividida em dois espaços: a antiga sede da Galeria Milan, na Vila Madalena, bairro boêmio de São Paulo, e o espaço anexo, que fica na mesma rua. 

O primeiro espaço receberá os "Phanógrafos", peças derivadas da série "Cooking Crystals", de 2010. Pouco exibidas desde então, são caixas que servem como recipiente, ou suporte, para assemblages de diferentes objetos e materiais, como garrafas, cálices, âmbar, pedras ou elementos escatológicos. Objetos que, segundo Tunga escreveu, têm “algo de talismã”, se “configurando como uma lamparina”.

No segundo andar do mesmo espaço será remontada uma complexa instalação performática intitulada "Delivered in Voices", de 2015, exibida apenas uma vez no próprio estúdio de Tunga. 

Já o anexo receberá a série das "Morfológicas", esculturas orgânicas que remetem ao corpo, sensuais, por vezes surreais e muitas vezes eróticas - lembrando vulvas, glandes, bocas e seios - que se originaram de outros conjuntos de trabalhos, mas nunca foram mostradas independentemente no Brasil.

"Se o processo de montar a última mostra idealizada por Tunga é rico e intenso, é também muito doloroso", diz Fernando Sant’Anna, seu assistente, amigo e diretor de produção por 15 anos. Ele lembra que a parte que o artista mais gostava era esse momento final de montar a exposição. "Faço isso por ele. Seria muito injusto o público não ver", afirma.

"Certamente não será uma mera exibição de peças. Nós estamos elaborando os espaços de forma a potencializar ao máximo a mostra. O trabalho de Tunga estará na atmosfera e não apenas fisicamente em suas criações", explica André Millan, que há 30 anos, em 1986, realizou a primeira exposição do pernambucano.

Com abertura no próximo dia 15 de outubro, um sábado, a exposição "Pálpebras" fica em cartaz entre os dias 18 de outubro e 12 de novembro.

Serviço

Pálpebras – exposição com obras de Tunga
Abertura: 15 outubro, das 12h às 16h
Exposição: 18 de outubro a 12 de novembro
Terça a  sexta, das 10h às 19h; sábado, das 11h às 18h

Galeria Millan
Rua Fradique Coutinho, 1360
Vila Madalena – São Paulo
Tel: (11) 3031.6007

Anexo Millan
Rua Fradique Coutinho, 1416
Vila Madalena – São Paulo

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Entretenimento

Topo