Entretenimento

De arqueologia a pinturas do século 19, veja exposições permanentes no Rio

Divulgação
Galeria de Arte Brasileira do Século 19 do Museu Nacional de Belas Artes Imagem: Divulgação

Do UOL, no Rio de Janeiro

03/10/2016 18h32

Além de receber renomadas exposições internacionais e retrospectivas de artistas brasileiros, museus e centros culturais do Rio contam também com exposições permanentes de seus acervos. O Guia UOL selecionou alguns lugares que contam com essa opção, confira:

Museu Nacional de Belas Artes
O museu possui algumas galerias permanentes dedicadas a arte brasileira. A Galeria de Arte Brasileira Moderna e Contemporânea apresenta um amplo panorama da arte nacional do século 20 e dos dias de hoje. São cerca de 170 obras do acervo do museu, com grandes nomes como Goeldi, Lasar Segall, Di Cavalcanti, Portinari, Fayga Ostrower e outros. Na Galeria de Arte Brasileira do Século 19, uma das galerias permanentes mais antigas da cidade, o público poderá ver significativos artistas e obras do século 19. São 230 trabalhos entre pinturas, esculturas, mobiliário e mais. Por fim, as Galerias de Moldagens abrigam mais de 150 obras em gesso, com peças moldadas sobre originais do período helenístico, romano e do grego clássico.
Onde: Avenida Rio Branco, 199 - Centro.
Quando: Aberto de terça a sexta de 10h às 17h e sábados, domingos e feriados de 13h às 17h.
Quanto: R$ 8 (inteira ou ingresso família para até 4 membros de uma mesma família). Entrada gratuita aos domingos.
Mais informações: http://mnba.gov.br/

CCBB Rio de Janeiro
O centro cultural possui duas exposições permanentes, "O Banco do Brasil e a Sua História" e "Galerias de Valores". A primeira faz parte do Museu Banco do Brasil e ocupa três salas do quarto andar do prédio, onde até 1960 funcionava a Presidência do banco. A exposição conta a história do Banco do Brasil no contexto da história econômica e financeira do país com peças provenientes do acervo do CCBB Rio, da Biblioteca e do Arquivo Histórico conservado no Centro Cultural. O público poderá ver móveis, telas, cofres, vasos, lustres e luminárias, tinteiro, relógio, equipamentos, fotografias e peças da coleção numismática do Banco do Brasil. Já a "Galeria de Valores" apresenta a imensa coleção de cédulas e moedas do Banco do Brasil. Dividida em cinco núcleos, apresenta os diversos significados do dinheiro através dos tempos e suas modificações físicas, desde a primeira moeda de troca até o cartão de débito contemporâneo.
Onde: Rua Primeiro de Março, 66 - Centro.
Quando: Aberto de quarta a segunda, de 9h às 21h.
Quanto: Entrada gratuita.
Mais informações: http://culturabancodobrasil.com.br/portal/rio-de-janeiro/

Museu Histórico Nacional
Além das exposições temporárias, o museu apresenta ao público mostras de longa duração. O circuito começa no térreo, no hall das escadas rolante, com painéis contando a história do conjunto arquitetônico. Destaque para a monumental escultura equestre de D. Pedro II, de Francisco Manoel Chaves Pinheiro. No hall do segundo pavimento, o visitante tem acesso à galeria com teto decorado por Carlos Oswald onde é projetado o multivisão sobre a trajetória do Museu Histórico Nacional. Após a exibição, exposições abrangem da pré-história brasileira ao período republicano: acervo tradicional, peças contemporâneas e recursos multimídia auxiliam o visitante.
Onde: Praça Marechal Âncora - Centro.
Quando: Aberto de terça a sexta de 10h às 17h30 e sábados, domingos e feriados de 14h às 18h.
Quanto: R$ 8 (inteira) e R$ 20 o ingresso família com direito a dois adultos e dois estudantes. Entrada gratuita aos domingos.
Mais informações: www.museuhistoriconacional.com.br

Museu Histórico do Exército - Forte de Copacabana
Inaugurado em 1996, com a temática "O Exército na Formação da Nacionalidade", a exposição permanente apresenta a história do Brasil sob a ótica da história militar, retratando os principais fatos ligados à fase colonial.
Onde: Praça Coronel Eugênio Franco (Posto 6) - Copacabana.
Quando: Aberto de terça a domingo e feriados, de 10h às 20h.
Quanto: R$ 6 (inteira).
Mais informações: www.fortedecopacabana.com

Museu Casa do Pontal
Além de mostras temporárias, o museu abriga uma exposição permanente com mais de 4 mil obras produzidas desde meados de 1950 até hoje. As peças representam o universo cultural brasileiro, com suas variadas nuances rurais e urbanas. Todo o percurso das galerias é acompanhado por textos explicativos, ampliações fotográficas com imagens dos artistas, de festas folclóricas e legendas de obras, com a autoria, o local de nascimento do artista e a década de criação da obra.
Onde: Estrada do Pontal, 3295 - Recreio dos Bandeirantes.
Quando: Funciona de terça a domingo e feriados, de 9h30 às 17h.
Quanto: R$ 12 (inteira).
Mais informações: www.museucasadopontal.com.br

Museu Chácara do Céu
Dentro do Parque das Ruínas, em Santa Teresa, o museu era a antiga casa de Castro Maya. Com peças de arte européia, oriental, mobiliário, livros raros e itens de decoração, as salas, quartos e corredores da casa se transforma em galerias com itens do acervo da família.
Onde: Rua Murtinho Nobre, 93 - Santa Teresa.
Quando: Funciona de quarta a segunda, de 12h às 17h.
Quanto: R$ 2 e entrada gratuita às quartas.
Mais informações: http://museuscastromaya.com.br

Museu Nacional da UFRJ
O acervo do museu conta com milhares de itens de Zoologia, Arqueologia, Etnologia, Geologia, Paleontologia e Antropologia Biológica. Desde sua fundação, em 1818, pelo rei Dom João VI, é também centro de pesquisa, vocação que se acentuou a partir de 1946, ao ser incorporado à Universidade do Brasil (atual UFRJ). As exposições permanentes do Museu Nacional estão organizadas em seções: Evolução da Vida, Nos Passos da Humanidade, Culturas Mediterrâneas, Egito Antigo, Arqueologia Pré-colombiana, Arqueologia Brasileira, Etnologia Indígena Brasileira e Culturas do Pacífico, além das diversas seções dedicadas à Zoologia.
Onde: Quinta da Boa Vista - São Cristovão.
Quando: Funciona de terça a domingo de 10h às 17h (o visitante pode entrar até às 16h); as segundas de 12h às 17h (o visitante pode entrar até às 16h). No horário de verão, a visitação vai até às 18h (o visitante pode entrar até às 17h).
Quanto: R$ 6 (inteira).
Mais informações: www.museunacional.ufrj.br

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo