Entretenimento

Advogado ensina como se transformar em artista de Lego: uma pecinha por vez

Mariane Zendron

Do UOL, em São Paulo

11/08/2016 09h42

Quem nunca pensou em jogar tudo para o alto para se dedicar a uma paixão? O norte-americano Nathan Sawaya abandonou uma segura carreira de advogado corporativo em troca de uma brincadeira de infância: criar esculturas de Lego. "Algumas pessoas vão à academia no final do dia. Eu precisava criar algo, então eu pintava, desenhava, esculpia e um dia pensei: 'E esse brinquedo da minha infância? Será que eu consigo criar esculturas com blocos de Lego?'", contou Nathan ao UOL.

Mais de uma década depois de iniciar essa aventura, o artista desembarca pela primeira vez na América Latina com a exposição "The Art of the Brick" (A Arte do Bloquinho, em tradução livre), que ficará em cartaz em São Paulo, na Oca do Parque Ibirapuera, a partir desta quinta-feira (11) até o dia 30 de outubro. De lá, a mostra parte para o Rio de Janeiro, onde poderá ser visitada no Museu Histórico Nacional entre 11 de novembro e 15 de janeiro.

A exposição que chega ao Brasil faz um passeio pela carreira do artista, desde suas primeiras criações --como a maçã, que representa suas primeiras formas arredondadas-- até reproduções de famosas obras de arte, como "A Monalisa", de Leonardo da Vinci, e "O Beijo", de Gustav Klimt. 

TV UOL
Nathan Sawaya fez painel de peças de Lego homenageando Pelé Imagem: TV UOL

E, exclusivamente para o país que sedia a Olimpíada de 2016, Nathan criou uma escultura especial: a reprodução de um pôster de Pelé. "Eu queria fazer uma peça para o Brasil e eu tinha um pôster do Pelé na parede do meu quarto. Eu sempre fui fã de futebol, joguei futebol a minha vida toda. Eu decidi que seria uma escultura legal para se fazer".

Milhares de bloquinhos

Ao todo são 83 obras que, juntas, somam mais de 1 milhão de bloquinhos de Lego.

"Cada obra traz um desafio diferente. Replicar obras famosas é difícil porque você quer fazer certo e sabe que todo mundo vai poder comparar com o original. Mas nesta exposição, o Tiranossauro Rex com certeza foi uma das obras mais desafiadoras e que levou três meses para ficar pronta", disse o artista sobre a escultura de seis metros de comprimento e 80 mil peças.

Lançada em 2007 na cidade norte-americana de Lancaster, na Pensilvânia, a exposição já ocupou mais de 80 museus e espaços nas principais cidades dos Estados Unidos. Foi vista por mais de 10 milhões de visitantes em países como Bélgica, Holanda, Irlanda, China, Israel, Singapura, França, África do Sul, Austrália, Suíça e Espanha.

Como parte da exposição, há uma área para brincar e construir peças com os tijolinhos coloridos. Crianças e adultos podem participar de atividades lúdicas com educadores.

"The Art of the Brick"
Quando: 11 de agosto a 30 de outubro de 2016 - terça a domingo, das 11h às 20h
Onde: Oca - Museu da Cidade de São Paulo (Av. Pedro Álvares Cabral, Portão 3, S/n - Ibirapuera)
Quanto: R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia-entrada)
Vendas: www.ingresse.com e na bilheteria da Oca 
Mais informaçõeswww.ngresse.com ou (11) 4933 6661

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Entretenimento

Topo