PUBLICIDADE
Topo

Entretenimento

Autor da famosa foto de uma jovem afegã é criticado por uso de Photoshop

Do UOL, em São Paulo

31/05/2016 15h40

Conhecido mundialmente pela foto de uma jovem órfã afegã de olhos verdes que estampou a capa da revista "National Geographic" em 1984, o premiado fotojornalista americano Steve McCurry admitiu já ter utilizado Photoshop em seus trabalhos.

Em entrevista à revista americana "Time", ele se justificou argumentando que, apesar de ter passado anos cobrindo zonas de conflito, agora não é mais um fotojornalista, e, sim, um "contador de histórias visuais".

Sem admitir erros nem especificar em quais trabalhos utilizou o recurso, McCurry prometeu que irá maneirar no uso do software de edição em todas as suas imagens.

11.fev.2015 - Muitos conhecem as fotos a seguir, mas quase ninguém sabe por quem elas foram produzidas. Pensando nisso, o fotógrafo americano Tim Mantoani resolveu dar espaço aos responsáveis por imagens marcantes e históricas. Nesse caso, é mostrado o fotógrafo Steve McCurry, que encontrou essa garota de olhos verdes em um campo de refugiados no Paquistão, em 1984 - Reprodução/Tim Mantoani  - Reprodução/Tim Mantoani
Steve McCurry posa com sua clássica foto "Afghan Girl"
Imagem: Reprodução/Tim Mantoani

"Apesar de achar que poderia fazer o que eu quisesse com minhas fotos em um sentido estético e composicional, agora entendo o quão confuso isso deve ser para pessoas que pensam que eu ainda sou um fotojornalista", disse McCurry à "Time".

"Daqui para frente, estou empenhado em utilizar o programa de forma mínima, para o meu próprio trabalho, mesmo em viagens pessoais", acrescentou.

A controvérsia teve início no início deste mês quando o fotógrafo italiano Paolo Viglione postou na internet uma foto de McCurry erroneamente "photoshopada", tirada em uma viagem a Cuba (veja no álbum acima). Na imagem, a perna de uma pessoa aparece borrada e incompleta. O caso foi revelado pelo site sobre fotografia "PetaPixel".

Depois que o primeiro caso de edição nas imagens de McCurry se tornou público, vários exemplos similares foram resgatados na internet, incluindo imagens hospedadas no próprio blog do fotógrafo, que acabaram deletadas.

A edição de imagens é uma questão delicada no fotojornalismo. Boa parte dos profissionais diz que a prática fere a ética do trabalho, defendendo que nenhum retoque deve ser feito quando o fim do registro é jornalístico.

Mesmo mudanças mais técnicas, como alterações no contraste, brilho e uma eventual inversão de imagem, costumam levantar polêmica no meio.

Segunda imagem mostra edição no espelho d´água em capa da "National Geographic" - Reprodução/Montagem - Reprodução/Montagem
Segunda imagem mostra edição no espelho d'água em capa da "National Geographic"
Imagem: Reprodução/Montagem

Uma das fotos clássicas do fotógrafo que foram alteradas é a da capa da revista "National Geographic" de dezembro de 1984, sobre as enchentes causada por monções (ventos periódicos do sul da Ásia) na Índia (veja acima). A edição, feita na época, alterou a textura do espelho d'água para atenuar o efeito de reflexo.

"O uso do Photoshop naquela imagem poderosa assegurou que ela não fosse rejeitada por estar na horizontal", contemporizou McCurry à "Time". "Alguns diriam que isso é errado. Considerei apropriado porque sua verdade e integridade foram mantidas."

Segundo a diretora de fotografia da "Time", Sarah Leen, esse é um exemplo de edição de foto que acontecia há "32 anos, em uma outra era" e que isso "nunca ocorreria atualmente".

Entretenimento