PUBLICIDADE
Topo

Entretenimento

Do console para as telonas: o que esperar dos filmes inspirados nos games?

Tetris - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Rodolfo Vicentini

Do UOL, em São Paulo

22/05/2016 08h00

Games e filmes nunca andaram tão próximos. Do sucesso mais recente de Angry Birds até o sensacional trailer de “Assassins Creed”, diversas produções cinematográficas baseadas em jogos de sucesso estão engatilhadas pelas produtoras.

O filme “World of Warcraft: O Primeiro Encontro de Dois Mundos” estreia no dia 2 do próximo mês e já mexe com o imaginário dos fãs. Já o game foi lançado em 2004, a quarta aventura do mundo Warcraft, que conquistou os assíduos por RPGs online.

Muitos erros e acertos já passaram pelas telonas, afinal, quem não se lembra dos péssimos “Mortal Kombat: Aniquilação”, de 1997, e “DOA: Dead or Alive”, de 2006?

Entre tantos filmes que estão por vir e outros boatos aguardados pelo público fanático, veja a seguir as dificuldades e os possíveis acertos que alguns longas baseados em games podem oferecer.

World of Warcraft: O Primeiro Encontro de Dois Mundos

Começando pelo mais próximo, o filme que conta a batalha do povo da Nova Terra contra os Orcs chega com status de grande produção.

Com US$ 100 milhões gastos e abusando de belos efeitos visuais, o longa pode tanto agradar quanto virar alvo de vodu dos fãs.

Os trailers já dão um gostinho do que vem por aí. A geografia do planeta e a história parecem seguir o enredo já visto no planeta Azeroth.

Assassin's Creed Syndicate - Divulgação - Divulgação
Assassin's Creed Syndicate
Imagem: Divulgação

Assassins Creed

O primeiro trailer foi lançado na última semana e agradou aos fãs. A águia que sobrevoa a Espanha é uma surpresa muito positiva, lembrando o game da Ubisoft. O prédio onde fica o “Animus” também é muito fiel ao já visto para plataformas.

Claro que muita ação não pode faltar, mas será que o filme consegue recriar o aspecto investigativo de Aguilar? O caminhar desconfiado, o senso de perseguição.

Tem que seguir o sentido que os gamers adquiriram quando estavam jogando, não apenas mostrar Michael Fassbender sem camisa e virar mais um filme blockbuster apenas. Caso mostrasse apenas as acrobacias, seria semelhante ao “Príncipe da Pérsia”, baseado no clássico homônimo dos games, que rendeu um bom filme.

A atriz Alicia Vikander (à esquerda) vai interpretar Lara Croft em novo filme; Ageline Jolie interpretou a arqueóloga nos dois filmes anteriores da franquia (à direita) - Reprodução - Reprodução
A atriz Alicia Vikander (à esquerda) vai interpretar Lara Croft em novo filme; Ageline Jolie interpretou a arqueóloga nos dois filmes anteriores da franquia (à direita)
Imagem: Reprodução

Tomb Raider

A vencedora do Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante pelo filme “A Garota Dinamarquesa” já está confirmada no papel da arqueóloga mais famosa dos games. Alicia Vikander é a escalada para protagonizar o filme baseado nos jogos mais recentes da Lara Croft.

O primeiro “Tomb Raider” para a nova geração de consoles trouxe a aventureira com um visual repaginado e gráficos deslumbrantes, além de críticas positivas.

A atriz Angelina Jolie ganhou fama em Hollywood quando interpretou Lara Croft em 2001 e 2003, nos primeiros filmes da saga. Entretanto, o filme era fraco, não sendo lembrado pela qualidade.

Resident Evil: Capítulo Final

É chover no molhado falar de Resident Evil nas telonas. Esse será o sétimo filme da franquia capitaneada pela atriz Milla Jovovich.

Espere mais do mesmo. Muito sangue, zumbis e Alice tentando salvar o mundo novamente.

Splinter Cell

Ainda naquele vai e não vai, mas, aparentemente, o filme está em produção e com Tom Hardy (“Mad Max: A Estrada da Fúria”) ainda no papel principal como Sam Fisher.

A maior dificuldade do projeto vai ser trabalhar com a ideia do claro e escuro vista nos games baseados nos livros de Tom Clancy. O espião utiliza a escuridão como aliada para se esgueirar e não ser detectado em suas missões.

O diretor Doug Liman (“No Limite do Amanhã”) abandonou o projeto ano passado. O roteiro passou por inúmeras revisões desde o anúncio.

Uncharted 4 - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Uncharted

Boatos, boatos e mais boatos. Na verdade, o que está acontecendo com o filme de Nathan Drake é uma enrolação e desrespeito com os fãs.

Lá no longínquo ano de 2009, a Columbia Pictures confirmou a produção de Uncharted. Desde então, várias notícias já brotaram: o diretor David O. Russel (“O Lado Bom da Vida”) ficaria responsável pelo projeto, Mark Wahlberg viveria o protagonista e até Seth Roger (“Superbad”) revelou que já fora convidado diversas vezes para escrever o roteiro do filme.

Neil Druckmann, da empresa Naughty Dog, disse o que todos os fãs pensam sobre o filme. “Se não fizer isso certo [mostrar os relacionamentos entre os personagens], não acho que o filme vá funcionar”.

Fruit Ninja

Outro sucesso dos celulares, Fruit Ninja vai virar uma live-action de comédia. A proposta do enredo vai retratar uma família de ninjas que não se dão bem com certos produtos.

O risco é fazer algo que não tenha nada a ver com a proposta do jogo. O projeto ainda não tem previsão de quando chega aos cinemas.

Tetris

Para complementar ainda mais a estranha notícia (não que a anterior tenha sido normal também), o filme Tetris vai ser uma trilogia com elenco chinês. Pronto, a bizarrice está completa. O anúncio foi feito terça-feira (17) pela produtora Threshold Global Studios, mesma dos filmes "Mortal Kombat".

Segundo o site "Deadline", o projeto terá um orçamento de US$ 80 milhões. "Não é nada do que você imagina; será uma surpresa legal", disse o produtor Larry Kasanoff.

Entretenimento