PUBLICIDADE
Topo

Entretenimento

Beto Barbosa reveza lambada com músicas de Tim Maia e Titãs

Gisele Alquas

Do UOL, em São Paulo

22/05/2016 00h27

"Dance e balance, dance, dance meu bem, vem, eu estou com você e não te troco por ninguém". Foi com esses versos prosaicos de "Dance e Balance" que o cantor Beto Barbosa iniciou sua apresentação e transformou o palco do Arouche em uma roda gigante de lambada durante a Virada Cultural, na madrugada deste domingo (22).

Autor de outros hits como "Adocica", "Preta", "Mar de Emoções" e "Beijinho na Boca", o paraense mostrou que mantém o título de o rei da lambada com seu rebolado que arrancou gritos do público. Antes de começar, um coro já entoava versos de "Adocica" e "Preta".

Em entrevista ao UOL antes de subir ao palco, Beto disse estar ansioso. "Eu adoro tocar em São Paulo, aqui é onde já vivi grandes momentos e oportunidades, é a segunda vez que me apresento na Virada Cultural. É muito bom estar aqui".

Beto não se limita a lambada. Em seu repertório ele canta Tim Maia, Titãs, Timbalada, entre outros artistas. "Eu canto também o que o público pede. Se eles estão animados com a lambada continuo, senão eu meto um rock and roll aí no meio. Cada artista tem sua personalidade, seu DNA, a gente se reinventa", afirma.

Para o cantor, a lambada é um estilo que nunca morreu, mas se transformou com o tempo. "Hoje a lambada se transformou no forró hostilizado. E todo mundo adora dançar", diz ele.

Entretenimento