PUBLICIDADE
Topo

SP recebe exposição com mais de 100 obras de Picasso vindas de Paris

Do UOL, em São Paulo

10/05/2016 11h57

A temporada de exposições de grandes mestres da pintura continua em São Paulo. No dia 21 de maio, o Instituto Tomie Ohtake inaugura a exposição "Picasso: Mão Erudita, Olho Selvagem", com 116 trabalhos do artista espanhol pertencentes ao acervo do Musée National Picasso-Paris.

O conjunto conta com 34 pinturas, 42 desenhos, 20 esculturas e 20 gravuras. Há ainda uma série de 12 fotos de Dora Maar, que testemunham a produção de "Guernica", três de Pierre Manciet e uma série de 22 fotogramas de André Villers, feitos em parceria com Picasso.

A exposição terá ingressos a R$ 12 (inteira), mas vale lembrar que às terças-feiras a entrada é gratuita, com retirada de senhas na bilheteria. O funcionamento da bilheteria é de terça a domingo, das 10h às 19h.

Portrait d'homme, 1903, Pablo Picasso - RMN-Grand Palais /Musée national Picasso-Paris - RMN-Grand Palais /Musée national Picasso-Paris
Portrait d'homme, 1903, Pablo Picasso
Imagem: RMN-Grand Palais /Musée national Picasso-Paris
Com 10 seções temáticas, a mostra irá propor uma viagem cronológica pela carreira do pintor, começando por "O primeiro Picasso. Formação e influências", por volta de 1900, passando para "Picasso exorcista. As senhoritas de Avignon", que mostra o processo da geometrização das formas. Em "Picasso cubista. O violão", o público irá ver a relação do pintor com a música.

Há ainda seções como "Picasso clássico. A máscara da antiguidade", sobre teatro e dança, "Picasso na resistência. Interiores e vanitas", com seu processo de trabalho durante a guerra, e "Picasso engajado. Guernica", com estudos feitos para a concepção da obra, fotos e a apresentação da tela em 1953 no Brasil/ 2ª Bienal de São Paulo.

Filmes sobre a obra de Picasso integram a exposição, como "Guernica" (1949), de Alain Resnais e Robert Hessens, que conta sobre os desastres da guerra. "Le Mystère Picasso" (1956), dirigido por Henri-Georges Clouzot, mostra a vitalidade de seu processo criativo.

A única vez que o Brasil recebeu uma grande exposição de Picasso foi em 2004, na Oca, em São Paulo. Por isso, o público terá a oportunidade de ver um panorama quase inédito de sua obra, já que quase 90% das peças nunca foram exibidas antes no país.

A curadoria é assinada pela francesa Emilia Philippot, também curadora do Musée National Picasso-Paris.

Serviço
Exposição: Picasso: mão erudita, olho selvagem
Quando: Abertura convidados: 21 de maio, das 11h às 18h. Visitação: 22 de maio a 14 de agosto de 2016. De terça a domingo, das 11h às 20h
Sessões:
Das 11h às 13h (entrada até as 13h)
Das 13h às 15h (entrada até as 15h)
Das 15h às 17h (entrada até as 17h)
Das 17h às 19h (entrada até as 19h)
Onde: Instituto Tomie Ohtake - Av. Faria Lima 201 (Entrada pela Rua Coropés 88), Pinheiros. metrô mais próximo - Estação Faria Lima/Linha 4 Amarela
Quanto: R$ 12 (inteira) e R$ 6 (meia-entrada).
Crianças até 10 anos, cadeirantes e deficientes físicos têm entrada gratuita todos os dias da exposição. Às terças-feiras, a entrada é gratuita mediante retirada de senhas na bilheteria do Instituto Tomie Ohtake
Vendas:
Online - a partir do dia 9 de maio em www.ingresse.com
Na bilheteria do Instituto - a partir de 22 de maio (de terça a domingo, das 10h às 19h).
Mais informações:  11 2245 1900, de terça a domingo, das 11h às 20h