PUBLICIDADE
Topo

Em cartaz no Rio, mostra homenageia vida e obra de Ferreira Gullar

Obra da se?rie "A Revelac?a?o do Avesso", de Ferreira Gullar - Nana Moraes/Divulgação
Obra da se?rie "A Revelac?a?o do Avesso", de Ferreira Gullar Imagem: Nana Moraes/Divulgação

Do UOL, no Rio de Janeiro

10/05/2016 12h58

Em cartaz a partir desta quarta (11), a mostra "Ferreira Gullar" ocupa a Galeria do Espaço Cultural BNDES, no Rio de Janeiro, reunindo vida e obra do artista maranhense. Em homenagem aos 85 anos do múltiplo artista, a exposição terá objetos do acervo pessoal, fotografias, poemas e instalações de arte. A entrada é gratuita.

Em pleno processo criativo em seu ateliê em Copacabana, Ferreira Gullar organizou materiais, deu palpites e produziu obras que serão apresentadas na mostra. Com curadoria de Cláudia Ahimsa e Augusto Sérgio Bastos, a exposição faz um panorama cronológico que começa no Maranhão e vai até os dias de hoje. Através de textos, vídeos, livros, objetos, fotografias, pinturas e letras de músicas, o público poderá conhecer um pouco mais sobre esse artista tão diversificado.

A mostra conta ainda com um trabalho inédito, criado em 1959, e nunca apresentado ao público, o "Poema Enterrado". A obra é uma instalação em madeira, com três metros de altura, por onde o visitante poderá entrar. O público poderá visitar também uma reprodução do ateliê do poeta, em um espaço onde o visitante poderá sentar e ler os livros publicados por Ferreira Gullar.

Dividida em quatro segmentos, a exposição faz uma trajetória da vida do artista, começando com "1930 - 1951: Gullar em São Luís do Maranhão", e depois "1951 - 1961: Gullar e as experiências de vanguarda", "1961 - 1980: Gullar e o engajamento político e social", e por fim, "1980 - 2016: Gullar em tempos de reinvenção". Será exibido também um ensaio inédito do fotógrafo Marcelo Magalhães, feito no ateliê do artista, e uma entrevista em vídeo, feita especialmente para o projeto da mostra.

Ferreira Gullar em seu ateliê, no Rio de Janeiro - Marcelo Magalhães/Divulgação - Marcelo Magalhães/Divulgação
Ferreira Gullar em seu ateliê
Imagem: Marcelo Magalhães/Divulgação
Ferreira Gullar nasceu em 1930, em São Luís do Maranhão. Aos 19 anos publicou seu primeiro livro de poesia com recursos próprios, "Um pouco acima do chão", e dois anos mais tarde mudou-se para o Rio de Janeiro, cidade que vive até hoje. É poeta, crítico de arte, tradutor e ensaísta. Colabora para jornais, revistas, escreveu peças de teatro, letras de música, e publicou importantes obras da poesia brasileira, como o "Poema sujo" na década de 1970.

 

Serviço
Mostra "Ferreira Gullar"
Quando:
de 11 de maio a 1º de julho de 2016. De segunda a sexta, de 10h às 19h.
Onde: Espaço Cultural BNDES - Av. República do Chile, 100 - Centro.
Quanto: Entrada gratuita.
Mais informações: www.bndes.gov.br/espacobndes