Entretenimento

Brasileiro vencedor do Pulitzer, fotógrafo recebe prêmio "contra o golpe"

Mauricio Lima/The New York Times/The Pulitizer Prizes
Dezenas de refugiados dormem no chão de um ônibus após deixar Budapeste em direção à Viena, na Áustria, em foto de Mauricio Lima Imagem: Mauricio Lima/The New York Times/The Pulitizer Prizes

Do UOL, em São Paulo

29/04/2016 10h21

Primeiro brasileiro a vencer o Pulitzer de jornalismo, Mauricio Lima, do jornal The New York Times, recebeu mais um prêmio na noite de quarta-feira (28), e chamou atenção dos presentes à crise política no Brasil.

Ao receber o The John Faber Awards, durante o Overseas Press Club of America (OPC), cerimônia que reúne os maiores líderes da imprensa mundial, Lima fez um discurso ressaltando a liberdade de imprensa: “Gostaria de expressar meu apoio a liberdade de imprensa e a Democracia, que é exatamente o que não está acontecendo no Brasil nesse momento. Sou contra o Golpe”, disse o fotógrafo.

O brasileiro 40 anos tem somado prêmios, juntamente com seus colegas do “New York Times”, Sergey Ponomarev, Tyler Hicks e Daniel Etter, pela cobertura da crise dos refugiados da Síria, do Iraque e do Afeganistão, que fogem dos conflitos e da violência em seus países rumo à Europa.

Ele também venceu o World Press Photo e o Picture of The Year America Latina, que o considerou o melhor fotógrafo em 2015 pela documentação da Ucrânia e dos protestos no Brasil.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Entretenimento

Topo