Topo

Entretenimento

Seis memoriais resgatam história de povos e figuras de destaque em Curitiba

Ivan Bueno/SMCS
Povo ucraniano é lembrado em Memorial Ucraniano, que fica no Parque Tingüi Imagem: Ivan Bueno/SMCS

Do UOL, em Curitiba

29/03/2016 07h00

O aniversário de Curitiba é comemorado nesta terça-feira (29), quando a cidade completa 323 anos de idade. Quem gosta de história e de conhecer novas culturas pode aproveitar espaços de Curitiba que servem para guardar a memória dos povos que colonizaram a cidade ou ainda de pessoas que fizeram parte da capital paranaense – como o caso da Dra. Zilda Arns.

O Guia UOL Curitiba elenca seis memoriais imperdíveis para conhecer na cidade. Veja abaixo:

Orlando Kissner/SMCS-Arquivo
Memorial Polonês, no Bosque do Papa Imagem: Orlando Kissner/SMCS-Arquivo
Memorial da Imigração Polonesa

Localizado no Bosque do Papa, no Centro Cívico, o Memorial Polonês é um museu ao ar livre, composto por sete casas construídas com troncos de pinheiros encaixados, típicas da imigração polonesa. As casas abrigam um museu de móveis e utensílios domésticos utilizados pelos imigrantes, a capela de Nossa Senhora de Czestochowa e um quiosque para a venda de artesanato e produtos típicos. O memorial foi inaugurado em 1980, após a visita do Papa João Paulo II a Curitiba.

Quando: De terça-feira a domingo, das 9h às 18h
Onde: Rua Euclides Bandeira, s/nº, Centro Cívico
Quanto: Entrada franca
Mais informações: Pelo telefone (41) 3313-7194 e pelo e-mail memoriais@fcc.curitiba.pr.gov.br

Luiz Costa/SMCS
Prédio do Memorial Árabe lembra o estilo arquitetônico das edificações mouriscas por elementos como a abóbada, as colunas, os arcos e os vitrais Imagem: Luiz Costa/SMCS
Memorial Árabe

O memorial, com formato um cubo e sobre um espelho d’água, homenageia a cultura do Oriente Médio e abriga uma biblioteca especializada. O prédio lembra o estilo arquitetônico das edificações mouriscas por elementos como a abóbada, as colunas, os arcos e os vitrais. Em seu interior, sobre um pedestal de mármore, está a escultura do escritor Gibran Kalil Gibran.

Quando: De segunda a sexta-feira, das 9h às 21h, e sábados das 9h às 13h (durante as férias escolares, não funciona aos sábados)
Onde: Praça Gibran Khalil Gibran – Centro
Quanto: Entrada franca
Mais informações: Pelo telefone (41) 3324-2456

Memorial de Curitiba

Construído em um terreno irregular, o projeto arquitetônico inspirado no pinheiro paranaense permite a criação de espaços e instalações funcionais e criativas. Sua cúpula, em forma de pintura, evidencia o papel de sementeira cultural, voltada para o folclore da cidade, a informação e a memória, o passado e o futuro. Entre as obras do espaço estão desde "Tocadora de Guitarra", de Victor Brecheret, até "Rio dos Pinhões", com 15 metros de comprimento, do escultor catarinense residente em Curitiba Elvo Benito Damo.

Quando: De terça a sexta-feira, das 9h às 18h, e aos sábados e domingos, das 9h às 15h
Onde: Rua Claudino dos Santos, 79, centro
Quanto: Entrada franca
Mais informações: Pelos telefones (41) 3321-3263 e (41) 3321-3313

Divulgação/Renato Meireles
História da Dra. Zilda Arns pode ser conhecida em memorial localizado no bairro Mercês Imagem: Divulgação/Renato Meireles

Memorial Dra. Zilda

O memorial conta a trajetória de vida e trabalho da Dra. Zilda Arns Neumann. O espaço retrata a história da médica desde sua infância, em Forquilhinha (SC), até a criação da entidade que a tornou conhecida em todo o mundo. O espaço traz ainda objetos pessoais, premiações, homenagens, informações sobre sua última viagem (ao Haiti, em 2010), além de contar com o escritório, onde a médica trabalhava, reconstituído como era antes da viagem ao país caribenho.

Quando: Diariamente, das 8h às 19h
Onde: Rua Jacarezinho, 1691 – Mercês
Quanto: Entrada franca
Mais informações: Pelo e-mail museudavida@pastoraldacrianca.org.br e pelo telefone (41) 2105-0250

Divulgação
Memorial Japonês, na Praça do Japão, resgata cultura nipônica no bairro Água Verde Imagem: Divulgação

Memorial Japonês

O memorial, localizado na Praça do Japão, no Água Verde, homenageia os japoneses que se radicaram no Paraná e se dedicaram à agricultura. A praça abriga 30 cerejeiras, enviadas do Japão pelo Império Nipônico, e lagos artificiais nos moldes japoneses. Desde 1993 abriga o Portal Japonês, a Casa da Cultura e a Casa de Chá.

Quando: A praça está disponível para ser visitada diariamente. A Casa da Cultura funciona de terça-feira a domingo, das 9h às 18h
Onde: Encontro das avenidas Sete de Setembro e República Argentina – Água Verde
Quanto: Entrada franca
Mais informações: Pelo telefone (41) 3244-7463

Giuliano Gomes/UOL
Memorial Ucraniano, em Curitiba Imagem: Giuliano Gomes/UOL

Memorial Ucraniano

O Parque Tingüi abriga o Memorial Ucraniano, com a réplica da antiga capela de São Miguel, de Mallet (PR), com sua cúpula dourada, construída em madeira, em estilo bizantino, onde há uma exposição permanente de pêssankas (ovos pintados à mão), ícones e bordados. Inaugurado em 1995, o memorial faz homenagem ao centenário da chegada dos imigrantes ucranianos, como tributo à contribuição desse povo à cultura do estado.

Quando: De terça-feira a domingo, das 10h às 18h
Onde: Parque Tingüi – Entre as ruas Fredolin Wolf e José Valle
Quanto: Entrada franca
Mais informações: Pelo telefone (41) 3240-1103 e pelo e-mail memoriais@fcc.curitiba.pr.gov.br

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento