Entretenimento

A pedido do escritor, corpo de Umberto Eco será cremado em cerimônia laica

Do UOL, em São Paulo

23/02/2016 09h46

Centenas de italianos devem se despedir do escritor Umberto Eco na cerimônia fúnebre nesta terça-feira (23), em Milão. Autor de "O nome da rosa" e outros livros de sucesso, Eco morreu na sexta-feira passada aos 84 anos.

O funeral, com uma hora de duração, será estritamente laica, de acordo com a vontade do linguista, e acontecerá no pátio do Castelo Sforzesco às 15h locais (11h de Brasília)

A cerimônia ainda deve contar com a presença dos ministros da Educação e da Cultura e do ator Roberto Benigni. Será ouvida “La Follia” de Arcangelo Corelli, que Umberto Eco tocava com um clarinete na companhia do acordeonista Gianni Coscia, anunciou Mario Andreose, amigo e editor histórico do escritor.

O funeral será transmitido ao vivo pelo canal de televisão público RAI. O corpo de Eco será cremado em uma cerimônia privada.

Grande intelectual, filósofo, semiólogo, linguista e historiador, Umberto Eco ganhou fama mundial com o livro "O Nome da Rosa", um relato policial medieval e erudito, que foi adaptado para o cinema pelo diretor francês Jean-Jacques Annaud.

Seu último livro, "Pape Satan Aleppe", será lançado na Itália na sexta-feira. A obra reúne textos publicados desde o ano 2000 na revista "Espresso".
 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo