PUBLICIDADE
Topo

Entretenimento

John Green fala do filho ao lamentar morte de Harper Lee; veja repercussão

A escritora Harper Lee em 2007 - Rob Carr/AP
A escritora Harper Lee em 2007 Imagem: Rob Carr/AP

Do UOL, em São Paulo

19/02/2016 15h19

O escritor americano John Green, autor de “A Culpa é das Estrelas” e outros best-sellers, foi um dos primeiros a lamentar a morte de Harper Lee.

Ele publicou em seu perfil oficial do Twitter. "Quando o meu filho Henry nasceu, a senhora Lee autografou uma cópia de 'Quem é Você, Alasca?' para ele com a seguinte dedicatória, 'Bem-vindo ao mundo, Henry Atticus'”.

O filho do escritor leva um dos nomes do principal personagem de “O Sol É para Todos”, Atticus Finch. Já “Quem é Você, Alasca?” é o primeiro romance da carreira de Green, publicado em 2005.

“Este livro é o meu maior tesouro. A senhora Lee viveu uma vida pacata, mas ela era extremamente generosa”, completou Green.

A José Olympio, que publica os livros da escritora no Brasil, se posicionou sobre a morte através de Elisa Rosa, editora-executiva do selo.

"Mais do que a autora de um dos maiores clássicos modernos, Harper Lee foi uma mulher talentosa, que conseguiu sucesso em vida, em um ambiente de grande efervescência cultural, que foi a Nova York dos anos 1960. Com uma obra política e original, como nos mostrou o inesperado lançamento de seu último romance no ano passado, ela tocou em uma ferida aberta das Américas e se tornou um dos nomes mais conhecidos da literatura mundial. Devemos muito a ela".

E.L. James, autora da triologia “Cinquenta Tons de Cinza”, também lamentou a morte com um “RIP Harper Lee”, sigla que significa “descanse em paz”.

O CEO da Apple, Tim Cook, usou uma citação de “O Sol É para Todos” para homenagear a escritora. “A única coisa que não pertence ao senso comum é a consciência de uma pessoa”

Entretenimento