Entretenimento

Mara Maravilha estreia no teatro com comédia e paródia de "Ilariê", de Xuxa

Divulgação
Mara Maravilha estreia no teatro com o stand up "Ela É Show" Imagem: Divulgação

Miguel Arcanjo Prado

Colaboração para o UOL, em São Paulo

04/02/2016 12h40

A lendária rivalidade com Xuxa Meneghel vai provocar gargalhadas no primeiro espetáculo de stand-up feito por Mara Maravilha. Para isso, a morena criou uma paródia do hit da loira, "Ilariê", que promete ser um dos pontos altos de seu espetáculo "Ela É Show com Mara Maravilha", que estreia em 13 de fevereiro no Teatro OMNI Corinthians, em São Paulo, sob direção de Gabriel Torres.

À reportagem do UOL, Mara adianta a letra em primeira mão:

Eu queria ser a Xuxa
Ser sucesso na TV
Mas sou baixinha e morena
Nem paquita pude ser
Eu chegava de trenzinho
Xuxa de nave espacial
Hoje sou Mara Maravilha
Também sou sucesso nacional
Bombei na web e sou viral ô ô ô
Bombei na web e sou viral ô ô ô
Bombei na web e sou viral ô ô ô
E a nave da Xuxa deixou de ser global!

Depois de cantarolar a paródia, em seu escritório, em São Paulo, Mara diz que não tem medo de se reinventar após ter participação polêmica no reality "A Fazenda", da Record. "Estou com saúde e quero aproveitar essa visibilidade, já que o povo e a imprensa me consagraram como a protagonista desse reality. Apesar de não ter sido vencedora, o povo me para na rua, dizendo que eu deveria ter ganhado. Isso não tem preço! Então, é perto do povo que quero estar!", proclama.

A apresentadora infantil e cantora gospel diz que a relação com o teatro vem da infância. "Como todo mundo, fazia peças na escola. Montávamos 'Sítio do Pica-pau Amarelo', do Monteiro Lobato. Eu fazia a Narizinho ou a Emília. A Cuca eu não aceitava fazer", recorda. "Sempre amei teatro, sobretudo comédia", pontua.

Logo que se mudou da Bahia para São Paulo, quando foi contratada por Silvio Santos para ser jurada do programa "Show de Calouros", no SBT, ela chegou a fazer um bico nos palcos, interpretando um pônei na peça infantil "Xisto - O Menino do Dedo Verde", no extinto Teatro Maksoud Plaza. Mas logo a carreira de apresentadora infantil deslanchou, deixando o teatro para depois.

Agora, Mara retoma a relação com o palco, não para interpretar uma personagem, mas para rir de si mesma. Ela promete contar histórias cômicas de seu passado, misturando os casos antigos às polêmicas recentes do mundo das celebridades.

E, aos 47 anos, Mara tem muita história para contar. Afinal, são 30 anos de carreira e 23 milhões de discos vendidos, número que ela ostenta com orgulho.

Divulgação
Mara Maravilha com o ator Paulo Gustavo, que foi a inspiração para o espetáculo da ex-apresentadora Imagem: Divulgação

"Vou rir de mim"

Para dar conta do mundo da comédia, revela fazer "laboratório", como os artistas chamam o preparo para encarar uma peça. "As pessoas dizem que sou engraçada, mas estou estudando para não fazer feio. Fui ver o Paulo Gustavo, o Paulo Mendes, o Tom Cavalcante", informa. Evangélica, avisa: "Não vou falar palavrão".

Sobre o desejo de fazer o povo rir, filosofa: "Tristeza é uma palavra que não alimento na minha vida. Estou disposta a priorizar a alegria, porque chorar a gente já nasce sabendo. Então, eu vou satirizar comigo mesma. O humor não vive de satirizar outras figuras? Eu vou rir de mim", declara.

Além de debochar de si mesma e de Xuxa, o roteiro de Mara ainda tem falas sobre os ex-Menudos - afinal, ela namorou um deles, Roy. "Tirando o Rick Martin, os outros estão gordos ou carecas", espeta, antes de dar outros detalhes: "Vou ainda falar que quero ser o cupido para reatar a Joelma e o Ximbinha, mas sem ofender ninguém, porque não quero me desfazer das pessoas".

Sobre possíveis críticas que possam surgir ao fato de ela se aventurar no teatro sem ter formação de atriz, Mara diz, sem papas na língua: "Sem querer fazer a Dercy Gonçalves, mas já fazendo, eu mijei para críticas".

Com tanta autoconfiança - sua equipe já agenda turnê pelo interior de São Paulo e capitais com o espetáculo -, Mara só quer saber de uma coisa, além da bilheteria farta, é claro: "Eu quero é me divertir com esse trabalho. O artista tem de se renovar. E eu sou artista!".

Serviço

"Ela É Show com Mara Maravilha"
Quando:
 estreia sábado (13/2), às 21h
Onde: Teatro OMNI Corinthians - rua São Jorge, 777, Tatuapé, São Paulo
Informações: 0/xx/11/2095-3000
Quanto: R$ 50 (inteira) e R$ 25 (meia-entrada)
Classificação indicativa: não recomendado para menores de 14 anos

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Entretenimento

Topo