Entretenimento

Em aniversário, SP ganha mostra sobre Mondrian; veja 5 motivos para visitar

Roseane Aguirra

Do UOL, em São Paulo

22/01/2016 13h30

Cerca 70 obras do movimento holandês De Stijl, sendo 30 delas de Piet Mondrian (1872-1944), estarão expostas ao público no CCBB-SP (Centro Cultural Banco do Brasil), a partir de segunda-feira (25), feriado de aniversário de São Paulo. Com entrada gratuita, a exposição é a mais completa já montada sobre Mondrian no Brasil.

A mostra traz um conjunto de obras que contam o percurso da carreira de Mondrian, desde a pintura de figuras até a abstração total. Sob curadoria de Pieter Tjabbes, o conjunto inclui ainda pinturas, desenhos de arquitetura, mobiliário e fotografias de artistas como Theo van Doesburg, Vilmos Huszár, Gerrit Rietveld, Thijs Rinsema, entre outros.

Para quem não conhece nada (ou muito pouco) sobre Mondrian e o movimento, confira abaixo cinco motivos para visitar a exposição:

1 - Não é só pintura
O grupo De Stijl se formou a partir da revista de mesmo nome, que procurava ser um espaço de discussão de ideias para designers, arquitetos e pintores com ideias semelhantes. O resultado são obras variadas, que vão desde pinturas, até móveis, maquetes e construções.

2 - Harmonia de todas as artes
O movimento buscava harmonia e equilíbrio - mas não necessariamente simetria - baseados na pureza das três cores primárias (vermelho, amarelo e azul) e na superfície plana das formas. Mondrian acreditava que essa visão moderna transcendia as divisões das artes e poderia ser transformada em uma linguagem universal. Mas é claro que houve discordâncias. Mondrian teve uma rixa temporária com Van Doesburg, outro nome importante do movimento, quando Doesburg decidiu usar linhas diagonais em função do dinamismo, enquanto Mondrian se manteve com as verticais e horizontais.

Reuters/Philippe Wojazer
22.jan.2002 - Modelo desfila com o icônico vestido "Mondrian", na despedida de Saint Laurent, em Paris Imagem: Reuters/Philippe Wojazer
3 - Influenciou até a moda
Os princípios expostos na revista De Stijl foram utilizados também na fotografia, na literatura, na tipografia e até mesmo na moda.

Em 1965, o estilista francês Yves Saint Laurent criou o vestido "Mondrian", baseado na obra do pintor. Em 2002, em despedida Saint Laurent da marca, houve um desfile em Paris em que os vestidos voltaram a aparecer na passarela. O vestido fazia parte de um lote único de nove peças, que foram arrematadas em leilão, em Londres, em 2011, três anos após a morte do estilista.

4 - Gosto pelo jazz e influências da religião
Entre as curiosidades sobre a vida de Mondrian estão o gosto pelo jazz e as influências que teve da religião na busca da essência, "daquilo que realmente importa", em sua formação. "Mondrian era um grande admirador de jazz. Ele começou a conhecer o ritmo na década de 1920, já morando em Paris", afirma o curador Pieter Tjabbes, em entrevista ao UOL.

Tjabbes ainda ressalta que a relação com o ritmo se fortaleceu depois que o artista se mudou para Nova York, na segunda Guerra Mundial, onde permaneceu até o fim da vida. "Além disso, dois detalhes importantes da vida de Mondrian são a criação extremamente religiosa e o estudo da teosofia na vida adulta, ambos essenciais para o desenvolvimento de sua arte", completa.

5 - Atual, mesmo depois de 100 anos
Muitas das peças originadas no movimento se mantêm contemporâneas até hoje, mesmo quase um século depois de sua criação. Um dos exemplos é o mobiliário de Rietveld, que seguia o ideal da simplicidade, com fácil montagem.

A "Crate Chair", criada em 1934, foi o primeiro móvel de Rietveld criado a partir de caixotes. A peça foi vendida de forma já montada e também em pacotes "faça você mesmo", para o comprador montar sozinho, o que traria maior economia. Quem sabe a obra de Rietveld não tenha sido precursora de grandes lojas de móveis, como Tok Stok e IKEA, que oferecem a mesma opção nos dias de hoje.

Serviço
Mondrian e o Movimento de Stijl
Quando: De 25 de janeiro a 4 de abril, das 9h às 21h
Onde: CCBB (Centro Cultural Banco do Brasil) - Rua Álvares Penteado, 112, centro
Quanto: Grátis
Mais informações: http://culturabancodobrasil.com.br/portal/

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo