Topo

Música

Sob aplausos no Theatro Municipal, Fafá chama Haddad de "prefeito gato"

Marco de Castro

Do UOL, em São Paulo

21/06/2015 14h42

Com simpatia e irreverência características, Fafá de Belém se apresentou no início da tarde deste domingo (21) no Theatro Municipal de São Paulo durante a Virada Cultural 2015. Uma plateia cheia – mas não lotada –, aplaudiu com empolgação a cantora ao final de cada uma das músicas e gargalhou junto com ela, que contava histórias e causos de sua vida.

No final do show, Fafá agradeceu ao convite da prefeitura para que cantasse no evento e ao prefeito Fernando Haddad, a quem chamou de "gato" (veja no vídeo acima). "Muito obrigado à prefeitura de São Paulo, ao prefeito Fernando Haddad, um gato. Sem conotação política, é um gato, fala sério", disse Fafá, arrancando gritos do público.

Com 40 anos de carreira, a cantora mostrou que sua voz, apesar de estar um pouco rouca, ainda tem muita potência. Em certo momento da apresentação, ela comentou que não canta mais como cantava aos 18 anos de idade. "Quando não consegue mais atingir certas notas, o cantor tem que ter a humildade de mudar o tom em respeito ao público e aos músicos", disse ela.

Descalça e com vestido branco, a cantora também dançou e rodopiou demonstrando muita energia. Após cantar "Cajá", de Caetano Veloso, gravada por ela nos anos 1970, Fafá não teve vergonha de dizer que não achou que a música saiu boa – o que não foi percebido pela plateia – e fez a banda repetir a música, explicando que é uma faixa difícil, "com muitos acordes e modulações".

Depois de cerca de duas horas de show, Fafá deixou o palco após cantar "Esse Rio É Minha Rua". Aplaudida de pé, ela ainda atendeu os gritos do público, que pedia bis, e encerrou a apresentação com "Foi Assim".

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!