Topo

Entretenimento

Com 6 corais, João Bosco canta canção contra a ditadura na Virada Cultural

Tiago Dias

Do UOL, em São Paulo

21/06/2015 12h34

O cantor e compositor João Bosco se juntou aos corais de São Paulo para cantar uma canção de protesto contra a ditadura militar. Os versos de "O Bêbado e o Equilibrista" foram entoados por seis corais na escadaria do Theatro Municipal. Os corais de São Paulo tiveram pela primeira vez destaque na Virada Cultural 2015. 

Bosco apareceu sem violão e microfone e se juntou aos cantores. Cantou toda a canção sorrindo e olhando para o céu. Foi bastante aplaudido, mas não falou para o público -- cerca de 200 pessoas.
 
O libelo contra a ditadura, sucesso na voz de Elis Regina em 1979, não foi uma escolha a toa. "Estamos em uma época em que precisamos relembrar e combater", explica a cantora Lucia Martins, 45. O abraço é, segunda ela, uma resposta à ocupação do centro, uma das bandeiras do evento. "É nosso amor a cultura".
 
Eva Aparecida, 59, também afirmou ser positiva a inclusão dos corais na programação, mas deu outra interpretação para a escolha da canção. "É só você olhar para o lado, tem vários bêbados de ontem se equilibrando", brincou. O movimento no centro na manha deste domingo foi bastante tranquila. Na região centro, ciclistas aproveitaram o sol e o pouco movimento para pedalar nas ciclofaixas.
 
 

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento