PUBLICIDADE
Topo

Entretenimento

Autor de "Clube da Luta" diz que continuação em HQ é épica

Capa do primeiro volume do "Clube da Luta 2", série de quadrinhos de Chuck Palahniuk - Divulgação/Dark Horse Comics
Capa do primeiro volume do "Clube da Luta 2", série de quadrinhos de Chuck Palahniuk Imagem: Divulgação/Dark Horse Comics

Do UOL, em São Paulo

27/05/2015 22h33

Com previsão de lançamento para esta semana nos Estados Unidos, o primeiro volume da história em quadrinhos do "Clube da Luta 2", segundo o autor, Chuck Palahniuk, é épico. O escritor conversou com o site "The Wrap" sobre a obra. Na entrevista, ele revelou também detalhes da adaptação do filme para o formato de musical, a cargo do diretor David Fincher. 

"Um grupo de quadrinistas passou uma noite martelando na minha cabeça porque eu não fazia uma continuação de 'Clube da Luta'. Eu sei que uma sequência da história teria público, mas se fosse um livro ou um filme, ela seria comparada com a versão anterior", disse. "O quadrinho foi uma boa terceria opção que terá uma autoridade individual", completou. 
 
Sobre a diferença entre os meios, Chuck disse que o objetivo é esse mesmo. "Eu queria que ele tivesse a sua própria 'coisa' e não fosse apenas uma extensão do filme ou do livro. Cada meio tem suas forças e fraquezas". 
 
Sobre o musical, Chuck disse que David Fincher está conversando com ele há alguns anos. "Ele se juntou com o Trent Reznor para escrever os pontos de uma ópera rock. Nossa geração teve 'Tommy' [ópera rock da banda The Who], mas a geração 'millenials' não teve a dele. Ele também me disse que conversou com Julie Taymor porque ele quer um espetáculo visual e imenso e está fazendo planos para que o musical seja encenado em múltiplas cidades simultâneamente".
 

Entretenimento