Topo

Entretenimento

Romero Britto processa Apple por uso indevido de sua obra em propaganda

Reprodução/Apple
Imagem supostamente inspirada em Romero Britto utilizada sem autorização pela Apple Imagem: Reprodução/Apple

Do UOL, em São Paulo

13/04/2015 16h53

O artista plástico brasileiro Romero Britto está processando a Apple e uma empresa de design americana, que estariam divulgando ilegalmente imagens muito semelhantes às suas em campanhas publicitárias. A informação é da agência Associated Press.

Na ação, movida em um tribunal federal de Miami, o artista afirma que houve violação de direitos autorais e "competição desleal", que atingem também os designers Craig Redman e Karl Maier, sócios da empresa Craig & Karl, que presta serviços para a gigante da tecnologia.

Um dos exemplos recentes citados é o da campanha "Start Something New" ("Comece Algo Novo"), que faz uso do desenho de uma mão estendida com desenhos coloridos que fluem de um dedo, licenciada à Apple pela Craig & Karl. Ilustrativa, a imagem é usada para divulgar um aplicativo de criação gráfica desenvolvido para o sistema iOS do iPad Air 2.

Depois de analisar o conteúdo da campanha, segundo a ação, os advogados perceberam as similaridades, mesmo reconhecendo que não se trata de uma cópia exata, mas da reprodução de padrões de traço e estilos de cor.

Segundo os representantes de Britto, o brasileiro, que mora em Miami, chegou a encaminhar um pedido formal para que a Apple parasse de utilizar o trabalho da Craig & Karl nas campanhas, mas não obteve retorno.

Conhecido por licenciar trabalhos para grandes empresas e instituições, como a Coca-Coca, a Mattel e a Fifa, o brasileiro chegou a ser erroneamente parabenizado por ter fechado parceria com a Apple.

Procurada pela Associated Press, a Apple se negou a comentar o caso nesta segunda (13), enquanto Craig & Karl não havia repondido os e-mails enviados até a finalização da reportagem.

Mais Entretenimento