Topo

Entretenimento

DC Comics cancela capa variante de HQ de "Batgirl" feita por brasileiro

Reprodução
Capa variante da 41ª edição da HQ "Batgirl", em comemoração aos 75 anos de Coringa Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

17/03/2015 01h04

A DC Comics, editora norte-americana de histórias em quadrinhos e mídias, cancelou uma capa variante da 41ª edição da HQ “Batgirl” feita pelo brasileiro Rafael Albuquerque, segundo divulgou o site Comic Book Resources nesta segunda-feira (16). De acordo com a nota, o próprio cartunista pediu para não ser publicado por estar sofrendo retaliações pela internet.

A capa em questão foi divulgada na sexta-feira e é uma das 25 variantes que comemoram os 75 anos do personagem Coringa, todas para serem lançadas em junho. O desenho de Rafael é inspirado na HQ escrita por Alan Moore e desenhada por Brian Bolland “Batman: A Piada Mortal”, de 1988, na qual há referência a uma violência sofrida pela Batgirl.

“Minha intenção nunca foi ferir ou incomodar ninguém pela minha arte. Por essa razão, recomendei a DC que a capa variante fosse retirada. Estou muito satisfeito que a DC Comics entendeu as minhas preocupações e não vai publicar a arte da capa em junho, como anunciado anteriormente”, disse o quadrinista em nota oficial.

A DC Comics também se pronunciou oficialmente e explicou que entende a capa de Rafael apenas como uma homenagem à HQ de Moore.

“Independentemente se fãs acharem que fosse incompativel falar sobre temas como ameaças de violência e assédio na fase atual da Batgirl, entendemos que fora uma homenagem de Rafael Albuquerque ao Alan Moore, pela graphic novel A Piada Mortal, uma obra de 25 anos atrás.”

Reprodução/Facebook
Rafael Albuquerque, desenhista Imagem: Reprodução/Facebook
Leia o comunicado de Rafael na íntegra:

"Minha arte da capa variante da Batgirl foi concebido para homenagear uma história em quadrinhos que eu realmente admiro, e eu sei que é uma das mais favoritas de muitos leitores. "A Piada Mortal" é parte do cânone de Batgirl e artisticamente, eu não poderia evitar de retratar a situação traumática entre Barbara Gordon e Coringa.

Para mim, era apenas um "disfarce assustador" que trouxe algo do passado da personagem que eu interpretei artisticamente. Mas tornou-se claro que, para outros, ela tocou em um nervo exposto. Eu respeito essas opiniões sejam elas certas ou erradas, pois geraram uma discussão que não deve ser desacreditada.

Minha intenção nunca foi ferir ou incomodar ninguém pela minha arte. Por essa razão, recomendei a DC que a capa variante fosse retirada. Estou muito satisfeito que a DC Comics entendeu as minhas preocupações e não vai publicar a arte da capa em junho, como anunciado anteriormente.

Com todo o respeito,

Rafa"

Leia a nota oficial da DC Comics:

"Nós publicamos revistas dos maiores heróis do mundo, e os vilões mais malvados que se possa imaginar. As capas variantes do mês de Junho são um reconhecimento ao 75º aniversário do Coringa.

Independentemente se fãs acharem que fosse incompativel falar sobre temas como ameaças de violência e assédio na fase atual da Batgirl, entendemos que fora uma homenagem de Rafael Albuquerque ao Alan Moore, pela graphic novel A Piada Mortal, uma obra de 25 anos atrás..

Vamos honrar o talento criativo, e por solicitação do Rafael, a DC Comics não vai publicar a capa variante da Batgirl."

Mais Entretenimento