Topo

Livros e HQs

Autor de livros de "Star Wars" é sucesso surpresa na Comic Con

Guilherme Solari/UOL
O escritor Timothy Zahn autografa o livro "Herdeiro do Império" na Comic Con Experience, em São Paulo Imagem: Guilherme Solari/UOL

Guilherme Solari

Do UOL, em São Paulo

07/12/2014 20h31

Com paciência jedi, o escritor Timothy Zahn, escritor da trilogia Thrawn, do universo expandido de "Star Wars", enfrentou uma fila perpétua para autógrafos no stand da editora Aleph. Nas pausas entre as sessões de duas horas de autógrafos, os fãs aguardavam sentados, e durante as sessões ela era preenchida tão rapidamente quanto as pessoas a deixavam.

A popularidade do autor, que está lançando no Brasil "Herdeiro do Império", surpreendeu a editora, que viu os mil exemplares que levaram para a Comic Con se esgotarem rapidamente. Até o final da feira, o livro havia vendido 1.600 unidades.

"Apostamos bastante no livro, que tem uma tiragem de 50 mil", disse o editor da Aleph Daniel Lameira sobre "Herdeiro do Império". Lameira contou que a editora planeja apostar mais ainda em literatura "Star Wars" em 2015, lançado os demais livros da trilogia Thrawn, assim como obras de outros autores.

O escritor conversou com o UOL sobre como o amor pela saga iniciada por George Lucas passa entre gerações, o processo de criação e sua expectativa para os novos filmes.

UOL - Você parece uma máquina de autografar.

Timothy Zahn - Bem, têm pessoas comprando livros, então é pra isso que eu estou aqui.

O que você achou da recepção aqui no Brasil?

Eu tinha ouvido que os brasileiros eram muito amigáveis e calorosos, e agora descobri que isso é verdade. Fãs muito animados e entusiasmados.

E vemos diversas crianças na fila de assinatura.

Isso é ótimo. A próxima geração está aprendendo a gostar de "Star Wars".

Você esperava tantos jovens comprando seus livros?

Tipicamente em convenções há uma variedade de pessoas mais velhas, mais jovens e crianças. Não é tão surpreendente porque as pessoas aqui amam "Star Wars" e passam esse amor para os seus filhos, e depois para os netos. Mas é algo muito gratificante de ver.

Reprodução
Livro "Herdeiro do Império" Imagem: Reprodução

Alguns fãs ficaram desapontados  com o fato de que as histórias do universo expandido não foram mais consideradas canônicas depois que a Disney adquiriu "Star Wars" de George Lucas. Qual a sua opinião sobre isso?

Eu penso como se fosse uma grande mesa, no qual existem diversos brinquedos, e o George Lucas fez diversos deles. E nós, do universo expandido, adicionamos novos soldadinhos e casas. E como eles não sabiam exatamente o que fazer com os filmes, eles decidiram tirar tudo que não era do George Lucas e colocar numa gaveta.

Mas isso não significa que eventualmente eles não possam abrir de novo essa gaveta e dizer: "Esse personagem cabe bem no novo universo, assim como esta outra história, ou um pouco dessa narrativa".

Eu acho que foi mais uma questão de conveniência e de não ficar bloqueados com o que é canônico ou não antes de eles saberem realmente o que queriam fazer com os filmes. Então eles tiraram tudo, mas eu acho que eles vão colocar pedaços novamente na mesa eventualmente.

No seu livro "Scoundrels" você criou uma história de assalto como "Onze Homens e um Segredo" dentro de "Star Wars". Você acha que na literatura é o lugar onde autores podem ser mais criativos, levando o universo para outros subgêneros?

E fizeram isso com o livro "Death Troopers", que basicamente é uma história de zumbis. E temos histórias médicas também. "Star Wars" é um universo enorme e qualquer tipo de história que quisermos contar vai ter um público. Essa é uma grande virtude desse universo. A história favorita de cada um pode ser um pouco diferente. Estilos e sabores diferentes de narrativas "Star Wars". E eu espero que, depois que os novos filmes sejam lançados e começarem a fazer novos livros, essa característica permaneça. Que tenha espaço para histórias engraçadas, de horror, aventura, romance. Tudo está disponível no universo "Star Wars".

Quais as dificuldades como autor de criar algo dentro de um universo fixo, com regras e personagens já estabelecidos?

Existe algo chamado o Holocron, que é mantido atualizado com todas as informações dos filmes, quadrinhos, jogos e livros. Nele podemos procurar o que, por exemplo, o Lando Caurisian estava fazendo em uma época específica. Tem um jeito de ficar sabendo de tudo. As informações do universo expandido, que é chamado agora de "Star Wars Legends", ainda está lá, mas provavelmente não vai ser tão usado como nos últimos quinze anos. 

Em que projetos você está trabalhando agora?

Eu estou terminado um livro da minha série "Cobra". Eu estou começando uma nova série com David Webers que se passa no seu universo Honor Harrington. Ela é uma personagem muito popular nos EUA entre fãs de ficção científica militar. Também trabalho em outros projetos que ainda não posso comentar.

Aqui no Brasil, a Aleph vai trazer o restante da trilogia Thrawn e presumo que virão outros livros meus e de outros autores de "Star Wars". Então acho que o Brasil vai estar bem abastecido de livros de "Star Wars" para o futuro próximo.

E o que você espera dos novos filmes de "Star Wars" que estão por vir?

Eu estou muito ansioso para assisti-los e todas as mudanças que acontecerão. Podem vir novos shows de TV, assim como novos livros e quadrinhos. Eu vou poder ser novamente um fã indo assistir a um filme de "Star Wars".

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Livros e HQs