Entretenimento

Visitas a museu de BH crescem mais de 60% durante a Copa

Agência Brasil
Memorial Minas Gerais, em Belo Horizonte Imagem: Agência Brasil

Fabrício Faria

Da Agência Brasil, em Belo Horizonte

03/07/2014 19h48

O Memorial Minas Gerais, museu que fica na praça da Liberdade da capital mineira, está com quatro espaços reservados para o futebol durante o período da Copa. São três exposições, sendo duas de fotografias e uma que mistura moda e o esporte mais popular do planeta. Há, ainda, , e ainda uma sala para exibição de documentários de curta metragem. A programação foi especialmente preparada para os meses de junho e julho, em que a cidade tem recebido turistas de todas as partes do mundo, e o resultado foi um aumento considerável na visitação do museu.

Segundo Wagner Tameirão, gerente do memorial, a frequência de visitantes por mês sofreu aumento superior a 60%. De 8 mil visitantes, sendo 200 estrangeiros, passou para 13 mil, sendo 1,6 mil de fora do país. “O museu ainda quebrou um recorde de público num só dia, com 1,3 mil pessoas conhecendo o memorial”. Os números são do mês de junho mas, segundo Wagner, a expectativa é que em julho a visitação ao museu continue crescendo.

Exposições

Logo na entrada, o visitante encontra uma mistura não muito comum no futebol. A exposição Camisa 10 Futebol e Moda reuniu onze estilistas, que produziram camisas femininas, representando em cada uma delas a importância do número dez para os jogadores. Além de ver as camisas nas galerias, o visitante pode ainda assistir a um vídeo com o desfile de modelos ocorrido no dia de inauguração da mostra.

Uma outra exposição fica no espaço onde funciona o café do Memorial Minas Gerais. Na sala, estão quinze fotografias com diferentes situações do futebol fora dos gramados profissionais. As fotos da mostra Brasil Futebol Clube foram feitas em ruas, praças, quintais e terrenos baldios, representando o esporte como parte da cultura brasileira.

Futebol Sonho e Paixão também expõe fotografias, mas a abordagem está sob o olhar do futebol profissional em Minas Gerais. Momentos históricos, como a construção do Mineirão, e jogos inesquecíveis dos times mineiros estão eternizados no museu. O norte-americano Jagan Butler, que veio do Arizona para a Copa do Mundo, está no Brasil desde 10 de junto e já assistiu a três partidas da copa, mas foi no Memorial Minas Gerais que pôde conhecer um pouco da história do futebol no Brasil. “Eu gostei muito das fotografias em preto e branco, realmente muito bonitas”.

Seis documentários sobre futebol de curta metragem também estão em cartaz. O Cinefoot reúne o olhar de cineastas quem veem no bate bola um potencial para a construção de narrativas que representem a cultura do país. Os documentários podem ser vistos em cabines individuais ou em exibições coletivas.

Além das salas sobre futebol, o Memorial conta com mais 28 espaços com variadas manifestações artísticas, como atrações musicais, literatura, artes plásticas e muita história de Minas Gerais. O horário especial de funcionamento durante a Copa está no www.memorialvale.com.br e a entrada é de graça.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo