Topo

Livros e HQs

Morre Daniel Keyes, autor do livro que inspirou "Os Dois Mundos de Charly"

Reprodução
Cliff Robertson e Lilia Skala em cena do filme "Os Dois Mundos de Charly" (1968) Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

18/06/2014 09h19

O escritor Daniel Keyes, autor do livro "Flores para Algernon", sobre um homem com baixo QI que se torna um gênio depois de passar por uma cirurgia, morreu no último domingo (15), aos 86 anos, informaram os jornais "The New York Times" e "The Guardian". Segundo sua filha, Leslie Keyes, o escritor teve complicações causadas por uma pneumonia.

O livro tornou-se o filme "Os Dois Mundos de Charly" (1968), que rendeu o Oscar de melhor ator a Cliff Robertson. Com o livro, o escritor ganhou o prêmio Nebula de ficção científica.

Keyes nasceu em Nova York, em 1927, e foi servir à marinha americana pouco depois de entrar na faculdade de psicologia. Após prestar os serviços, ele retomou os estudos e se formou em 1950.

Depois de se formar, Keyes tornou-se editor de uma revista de ficção científica e chegou a trabalhar com Stan Lee, criador do Homem-Aranha.

A história também inspirou um dos episódios de "Os Simpsons". quando Homer descobre que um lápis alojado em seu cérebro é responsável por sua estupidez. Com a remoção, o pai de Bart fica inteligente, mas o objeto é reinserido depois que ele começa a se afastar de seus familiares e amigo.

Keyes deixa duas filhas, Leslie e Hillary, e uma irmã, Gail Marcus. Sua mulher, Aurea Georgina Vazquez, morreu em 2013, depois de 61 anos de casamento. 

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Livros e HQs